Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

quarta-feira, novembro 28, 2018

Os fatos sobre a detecção de gases portátil

Instrumentos para a detecção de gás tóxico e inflamável estão, geralmente, disponíveis em dois formatos diferentes: portátil, isto é, detectores de "leitura local" e monitores "fixos" permanentemente. Qual desses tipos é o mais apropriado para uma aplicação,  em particular dependerá de vários fatores,
■ Incluindo a frequência na qual a área é acessada pelo pessoal,
■ As condições do local,
■ Se o perigo é permanente ou transitório,
■ Qual a frequência necessária de testes e,
■ Por último, mas não menos importante, a disponibilidade financeira.

DETECTORES DE GÁS PORTÁTEIS
São classificados como um tipo de Equipamento de Proteção Individual (EPI), desenvolvidos para manter o pessoal seguro à perigos de gás e permitir testes móveis do local onde entram. Estes pequenos dispositivos são essenciais em muitas áreas onde os perigos causados por gás podem ocorrer, pois eles são os únicos meios de monitorar a zona de respiração do operador de forma contínua, estando parado ou em movimento.

DETECÇÃO DE GÁS FIXA
Embora, a detecção de gás fixa forneça sozinha proteção pessoal, ela não pode mover-se com o operador e isto cria a possibilidade de que o operador entre em uma área além do perímetro de detecção do detector fixo.

Muitos locais empregam uma combinação de detecção de gás fixa e portátil, mas às vezes a detecção de gás portátil é utilizada sozinha. Essa escolha pode ser feita pelas seguintes razões:
■A área pode não ser acessada por pessoal com muita frequência, tornando a inclusão de detecção de gás fixa um custo elevado,
■A área pode ser pequena ou de difícil acesso, tornando o posicionamento de uma detecção de gás fixa impraticável,
■A aplicação que necessita da detecção pode não ser fixa.

LEGISLAÇÃO E A CONFORMIDADE
A legislação e a conformidade regulatória em alteração, combinada com os pré-requisitos envolvendo a segurança estão tornando o uso de detectores de gás portáteis mais prevalente em muitos setores.
Há um grande percurso dentro de muitas instalações, sendo a agilidade da detecção de gás portátil no local a única forma de lidar com isso.
Além dos requisitos legais (onde a conformidade é obrigatória), muitas instalações também escolhem implementar regras específicas para a instalação, for exemplo, testar os sensores de um detector de gases portátil antes da utilização por qualquer operário. Fonte: Portable Gas Detectors - Honeywell Analytics

Marcadores: ,

posted by ACCA@2:22 PM

0 comments

sábado, novembro 24, 2018

Seu smartphone nasceu sobre uma montanha de resíduos tóxicos

À medida que aumenta nossa avidez por tecnologia, o risco ao meio ambiente se agrava. Na última década houve 40 transbordamentos de resíduos de metais usados na fabricação de celulares

Daqui até 2020 haverá cerca de cinco bilhões de pessoas no mundo que usarão um smartphone . Cada dispositivo é fabricado com numerosos metais preciosos e muitas de suas principais funcionalidades não seriam possíveis sem eles. Alguns destes metais, como o ouro, são bem conhecidos, mas outros, como o térbio, parecem algo estranho.

A extração destes metais é uma atividade fundamental sobre a qual se baseia a economia mundial moderna. Mas o custo ambiental pode ser enorme, provavelmente muito maior do que imaginamos. Vamos examinar os principais metais empregados na fabricação de smartphones, o uso que eles têm e o custo ambiental de extraí-los do solo.

FERRO, ALUMÍNIO E O COBRE
O ferro (20%), o alumínio (14%) e o cobre (7%) são os três metais mais comuns em um smartphone médio.
■O ferro é usado nos alto-falantes, nos microfones e nas carcaças de aço inoxidável.
■O alumínio é uma alternativa leve ao aço inoxidável e também aparece na fabricação do vidro resistente usado nas telas desses dispositivos.
■O cobre é empregado em circuitos elétricos.

RESÍDUOS SÓLIDOS E LÍQUIDOS
No entanto, a extração destes metais da terra no processo de mineração produz enormes quantidades de resíduos sólidos e líquidos, que normalmente são armazenados em imensos reservatórios que podem abarcar superfícies de vários quilômetros quadrados. Os vazamentos desastrosos de resíduos de mineração ocorridos nos últimos anos evidenciam o perigo de se aplicar métodos de construção inadequados e métodos de supervisão frouxos.
O maior derramamento registrado ocorreu em novembro de 2015, quando, após o rompimento de uma barragem em uma mina de ferro no Estado de Minas Gerais, cerca de 33 milhões de metros cúbicos de resíduos de alto teor de ferro foram parar no rio Doce (o suficiente para encher 23.000 piscinas olímpicas). Os resíduos inundaram cidades vizinhas, provocaram a morte 19 pessoas e percorreram 650 quilômetros até chegar ao Oceano Atlântico 17 dias depois.
Esse foi um dos 40 vazamentos de resíduos da mineração nos últimos dez anos, e as consequências ecológicas e humanas a longo prazo ainda são amplamente desconhecidas. Em suma, o que é certo é que, à medida que aumenta nossa avidez por tecnologia, os reservatórios de resíduos de mineração crescem em número e tamanho e, portanto, o risco de rompimento também aumenta.

DESTRUIÇÃO DE ECOSSISTEMAS
É frequente também o uso de ouro e estanho em smartphones. A extração desses metais é a causa de graves desastres ecológicos que se estendem desde a Amazônia peruana até as ilhas tropicais da Indonésia.
Os valiosos metais usados na fabricação dos smartphones são um recurso finito. Segundo estimativas recentes, alguns se esgotarão nos próximos 20 a 50 anos

OURO
Nos telefones celulares, o ouro é usado principalmente para fabricar conectores e cabos. A mineração de ouro é uma das principais causas do desmatamento na Amazônia. Além disso, a extração de ouro gera resíduos de alto teor de cianeto e mercúrio, duas substâncias altamente tóxicas que podem contaminar a água potável e a pesca, o que tem sérias repercussões na saúde humana.
ESTANHO
Na área eletrônica o estanho é usado na soldagem. O óxido de índio e estanho é usado para aplicar um revestimento fino, transparente e condutor às telas dos smartphones, responsável pela função de tela sensível ao toque. Os mares ao redor das ilhas Bangka e Belitung, na Indonésia, fornecem cerca de um terço da oferta mundial deste metal. No entanto, a dragagem em larga escala do fundo do mar para extrair terras de alto teor de estanho destruiu seu valioso ecossistema de recifes de coral, e o declínio do setor pesqueiro causou problemas econômicos e sociais.

O LUGAR MAIS CONTAMINADO DO PLANETA?
O que torna o seu telefone inteligente? A inteligência do celular se deve aos componentes feitos de terras raras, um grupo de 17 metais que recebem nomes estranhos, como praseodímio, e que são extraídos principalmente na China, Rússia e Austrália.

TERRAS RARAS
As terras raras, chamadas com frequência de metais tecnológicos, são fundamentais para o design e a funcionalidade dos smartphones. A nitidez dos alto-falantes, os microfones e a vibração do dispositivo são possíveis graças a motores e ímãs pequenos e potentes fabricados com neodímio, disprósio e praseodímio. E térbio e disprósio são usados para produzir as cores vivas da tela do telefone.
A extração das terras raras é uma atividade difícil e poluente, que em geral envolve o uso de ácidos sulfúrico e fluorídrico resulta na produção de enormes quantidades de resíduos muito tóxicos. Talvez o exemplo mais perturbador do custo ambiental de nossa ganância para o smartphone, e o que mais nos convida a pensar, seja o lago mundial de lixo tecnológico localizado em Baotou (China, vide o vídeo)). Este lago artificial foi criado em 1958 e acumula lodo tóxico derivado de operações de tratamento de terras raras.

Os valiosos metais usados na fabricação de smartphones são um recurso finito. De acordo com estimativas recentes, algumas terras raras se esgotarão nos próximos 20 a 50 anos, o que nos leva a pensar se ainda haverá smartphones por essa época.
Para reduzir o impacto ambiental desses dispositivos, é necessário que os fabricantes ampliem a vida útil dos produtos, tornem a reciclagem mais fácil e sejam claros sobre como obtêm seus metais e quais os efeitos ambientais.
As empresas de mineração em todo o mundo deram grandes passos para implementar uma atividade de mineração mais sustentável. Mas também é necessário que nós, como consumidores, paremos de considerar que os telefones inteligentes são um item descartável e comecemos a reconhecer que eles constituem um recurso de grande valor que produz um enorme impacto ambiental. Fonte: El País - 3 SET 2018 

Comentário
Estimativa de usuários de celulares em 2017 – 5 bilhões
Celulares fabricados em 2017 – 1,54  bilhões
O ciclo de vida útil – 18 a 22 meses

Os eletrônicos respondem por até 70% dos resíduos tóxicos dos aterros sanitários.

Marcadores: , ,

posted by ACCA@3:00 AM

0 comments

quinta-feira, novembro 22, 2018

Vazamento de gás em lanchonete causa explosão em Recife

Explosão causada por um vazamento de gás  na manhã  de segunda-feira (19), em uma lanchonete no bairro de Água Fria, na Zona Norte do Recife. Com a explosão, a porta de metal da lanchonete foi arremessada.

CAUSA
Por volta das 8 horas de segunda‑feira (19), segundo a proprietária uma das funcionárias foi trocar o botijão, quando começou o vazamento. “O cheiro forte logo foi se espalhando por todo o local e o barulho do gás vazando,   a  funcionária desesperou‑se  e saiu correndo junto com a outra funcionária, quando houve a explosão.”

CORPO DE BOMBEIROS
Segundo o Corpo de Bombeiros, duas viaturas foram acionadas para conter as chamas causadas pelo vazamento.  
Ainda de acordo com a corporação, o chamado foi feito pouco antes das 8h, para um incidente num estabelecimento na Rua Eudes Costa, paralela à Avenida Beberibe.
Os bombeiros conseguiram controlar o incêndio. O botijão foi trazido para a rua, onde ele foi esvaziado.




VÍTIMAS
As funcionárias ficaram do lado de fora, mas ainda próximas do local. Dois homens, que estavam passando na rua, pararam para ver o que estava acontecendo. A explosão foi tão forte que arremessou os dois homens e uma das funcionárias para a calçada do outro lado da rua. “Foi um barulho muito forte e alto, parecia um canhão. Eu cheguei a ser jogado pela força, só não cai porque me apoiei na parede, segundo proprietário de uma loja em frente da lanchonete.”
Sofreram ferimentos e escoriações por diversas partes do corpo, mas sem gravidades.

DANOS MATERIAIS
Um salão de beleza que fica anexo à lanchonete, somente tendo uma parede de gesso separando os dois comércios, também sofreu sérios danos. Fontes: Folha de Pernambuco e G1 PE-19/11/2018

Como trocar botijão de gás






Marcadores: ,

posted by ACCA@4:03 AM

0 comments

quarta-feira, novembro 21, 2018

Ondas enormes derrubam varandas de prédio nas ilhas Canárias






























Ondas enormes atingiram prédios e derrubaram varandas neste domingo (18) nas Ilhas Canárias, Espanha.
Os moradores da costa norte de Tenerife foram forçados a deixar suas casas por uma tempestade marítima, que afeta o arquipélago desde o último sábado com ondas de até 6 metros. Trinta e nove pessoas tiveram que sair de dois prédios em Garachico, no norte da ilha. O governo das Canárias declarou situação de alerta.Fonte: G1-19/11/2018 

Marcadores:

posted by ACCA@4:35 AM

0 comments

quinta-feira, novembro 08, 2018

Riscos provocados pelas chuvas no canteiro de obras

Você já sabe que as chuvas são comuns, no Brasil, na primavera e verão. As tempestades, seguidas ou não de raios e ventos, ou as chuvas constantes e por tempo prolongado podem trazer perigos e transtornos para o setor da Construção Civil. Episódios de acidentes provocados pelas chuvas e raios, no ambiente de trabalho, não são casos isolados. Conheça alguns dos riscos de acidentes provocados pelas chuvas no canteiro de obras.

1. SER ATINGIDO POR UM RAIO
Nos últimos seis anos, o Brasil registrou uma média de 77,8 milhões de raios por ano, segundo levantamento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Entre 2000 e 2014, foram registradas 1.792 mortes por descargas elétricas, uma média de 120 vítimas anualmente.
Logo, durante período de forte chuva ou incidência de raios, nunca fique em lugares abertos, descampados, ou de pé em lugares altos, debaixo de árvores ou próximos a objetos grandes, principalmente metálicos, que podem atrair ainda mais essas descargas elétricas. Raio mata!  Portanto, todo cuidado é pouco.

2. RISCO DE INCÊNDIOS
Os raios também podem provocar incêndios e ameaçar a segurança dos trabalhadores nos canteiros de obras.  

3. RECEBER A DESCARGA DO RAIO ATRAVÉS DE APARELHOS LIGADOS À REDE ELÉTRICA OU TELEFÔNICA
A energia dos raios pode ser transmitida pela rede elétrica ou telefônica, por isso é importante, durante uma tempestade, evitar operar ou ficar próximo de objetos ligados à rede elétrica ou telefônica e sempre que possível fazer o aterramento da fiação elétrica. Fique longe também de tomadas, canos, janelas e portas metálicas.  E lembre-se: Eletricidade e água não combinam, por isso não deixe extensões ou cabos elétricos em contato com a água e, em caso de enchentes, se a água atingir níveis que possam alcançar as tomadas elétricas, desligue o disjuntor. E ainda, não manuseie equipamentos elétricos ligados rede elétrica, ou faça manutenções, principalmente com os pés molhados ou dentro da água.

4. RISCOS DE TOMBOS (QUEDA)
No canteiro de obras algumas superfícies ficam escorregadias, e perigosas, por causa da água da chuva. Assim, alguns cuidados são necessários durante a execução de uma obra em período chuvoso. Fique atento ao subir em escadas e andaimes, ao andar em pisos lisos (e molhados) e use sempre os equipamentos de proteção individual indicados para cada tipo de serviço, como botas, luvas e capas de chuva.

5. RISCO DE DESLIZAMENTO E DESMORONAMENTO
A chuva pode agravar a ocorrência de acidentes na construção civil também por causa de deslizamentos de terra, principalmente na etapa de terraplanagem. Áreas de barranco podem ceder, devido à grande quantidade de água infiltrada, e a estabilidade de alvenarias, recém‑construídas, também podem ser afetadas, comprometendo toda a estrutura da obra. Por isso, tente fazer um bom planejamento para que as etapas iniciais da obra ocorram em período de seca, evitando atraso e gasto desnecessário de material.  .

6. CUIDADO COM OS VENTOS
As chuvas acompanhadas de fortes ventos, além de poder danificar estruturas recém‑construídas, prejudicam trabalhos em balancins e andaimes.
Os ventos podem fazer ainda com que pedaços de madeira, ou parte da estrutura do prédio em construção, se desprendam e caiam sobre os trabalhadores, causando acidentes. Por estes motivos é tão importante sempre usar os EPI´s, como capacetes e óculos de segurança, e redobrar a atenção ao realizar as atividades, nos dias de chuva.
Alguns cuidados são indispensáveis para evitar graves acidentes de trabalho no canteiro de obras durante o período de chuvas. Prevenir ainda é a melhor forma de evitar acidentes! Portanto, fique atento aos riscos provocados pelas chuvas no canteiro de obras. Fonte: Royal Máquinas e Ferramentas

Marcadores: , ,

posted by ACCA@12:26 PM

0 comments

segunda-feira, novembro 05, 2018

Incêndio de grandes proporções destrói lojas do Outlet Premium em Itupeva

Um incêndio de grandes proporções atingiu as dependências do Outlet Premium, em Itupeva (SP), na manhã de sexta-feira (2).

CORPO DE BOMBEIROS
De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo começou às 6h25. Equipes dos bombeiros de Itupeva, Jundiaí e Campinas, e da concessionária que administra a Rodovia dos Bandeirantes, trabalharam na ocorrência. Às 7h30, uma hora depois, as chamas estavam controladas.




INÍCIO DO FOGO
Segundo os bombeiros, o fogo começou no estoque de uma das lojas e se alastrou para a outra, que fica ao lado. A área atingida é de 100 metros quadrados. Estruturas de ferro de duas lojas ficaram retorcidas por causa do calor.

DANOS MATERIAIS
No total, quatro lojas foram interditadas: as duas que incendiaram, Levi's e MMartan, e duas que tiveram as paredes de gesso danificadas. O corredor onde elas estão instaladas ficou fechado.

VÍTIMAS
Ninguém ficou ferido .

FUNCIONAMENTO
O Outlet vai fazer a limpeza geral do local e abrirá normalmente, com restrição da área atingida.
A Assessoria de Imprensa do shopping emitiu a seguinte nota: Esclarecemos que o Outlet Premium de São Paulo funcionará normalmente no feriado (02/11), com previsão de abertura às 11 horas.

PERÍCIA
A perícia da Polícia Civil também foi ao local e vai investigar as causas do incêndio e deve entregar o laudo em até 30 dias.

OUTLET PREMIUM
O Outlet Premium está localizado na Rodovia dos Bandeirantes, no quilômetro 72, próximo aos parques de diversão Wet'n Wild e Hopi Hari. Possui 113 lojas de grifes nacionais e internacionais.
A área é superior a 100 mil metros quadrados e reúne lojas, praça de alimentação, restaurantes e estacionamento com quase mil vagas. O  Outlet recebe sete milhões de consumidores por ano.

Fontes: Jornal Cruzeiro do Sul, Jornal de Itupeva  e G1-02/11/2018  

Marcadores:

posted by ACCA@2:01 PM

0 comments