Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

quinta-feira, setembro 12, 2013

Vazamento de amônia mata pelo menos 15 na China

Por volta de 10 h 50,  sábado, 31 de agosto, ocorreu  vazamento de amônia na unidade de refrigeração da empresa Wengpai Cold Storage Industrial Co no distrito de Baoshan, Xangai, matou 15 trabalhadores,  outros 26 ficaram intoxicados e 5  gravemente feridos.
A empresa atua na importação e exportação de produtos aquáticos, armazenamento, processamento e venda.  Tem capacidade para congelar 150 toneladas de produtos por dia e emprega cerca de 200 trabalhadores.


CAUSA PROVÁVEL
Vazamento de uma tubulação

EMERGÊNCIA
Mais de 200 pessoas de equipes de emergência chegaram ao local em 25 viaturas de bombeiros. Eles evacuaram a área, os produtos químicos  foram diluído com água e socorreram sobreviventes.
Equipes de hospitais, polícia e   equipe da agência do meio ambiente foram ao local  , enquanto a polícia isolou a área .
Todos os feridos  foram encaminhados aos hospitais. Cinco estão em estado crítico.

VÍTIMAS
A maioria estava no alojamento. Na China é comum alojamento para os trabalhadores.

CONTAMINAÇÃO
Cheiro de amônia ainda era forte na  empresa no início da tarde . Os trabalhadores foram autorizados retornar a fábrica após três horas , depois da área ser liberada e considerada segura.
A agência de proteção do meio ambiente disse que o vazamento não afetou a vizinhança e está monitorando as áreas no entorno da empresa.

TESTEMUNHAS
■ O cheiro era muito pior do que a fumaça de um incêndio. Eu deitado no chão e não conseguia respirar e quase  perdi a consciência, disse Gu Qijue , que foi intoxicada e está recebendo tratamento no Hospital Dachang no distrito de Baoshan. Ela foi resgatada por bombeiros  na área de dormitório, no quarto andar da fábrica.
■ Fui acordado por um cheiro", disse Li Qiufen , um trabalhador hospitalizado. "Eu não conseguia respirar. Saí do quarto e encontrei o odor vindo da loja da fábrica.Houve gritaria e caos.
■ Não havia nenhum lugar para se esconder. Rolei no chão , sufocando, disse outro trabalhador intoxicado.

AMÔNIA 
É um gás utilizado em processos de refrigeração. O gás é corrosivo e volátil pode causar asfixia após a inalação.

FALHA NA SEGURANÇA
Um especialista em segurança  disse que o vazamento de amônia não deveria  causar  tantas mortes se as medidas de prevenção de risco e rotas de evacuação estivessem em ordem .É  muito provável que o sistema de ventilação ou rotas de fuga falhou,  ou ambos.
Fonte: China Daily - 2013/09/01 e Xinhua News - 2013-08-31

Comentário
A amônia, à temperatura ambiente e pressão atmosférica, é um gás tóxico, corrosivo na presença da umidade, inflamável, incolor, com odor muito irritante e altamente solúvel em água.

APLICAÇÃO
Amônia é muito utilizada, como agente refrigerante, em unidades de refrigeração industrial; na preparação de fertilizantes como nitrato de amônia, sais de amônia e uréia, além de fertilizantes contendo superfosfato e nitrogerantes que são soluções de amônia e nitrato de amônia.

EFEITOS SOBRE O HOMEM E TOXICIDADE
A amônia é um gás tóxico e corrosivo na presença de umidade, agindo principalmente ao sistema respiratório, exercendo uma ação corrosiva e causando grande irritação. Sua inalação causa tosse, dificuldades respiratórias, inflamação aguda do sistema respiratório, edema pulmonar, formação de catarro, secreção de saliva e retenção de urina. Sua presença no ar causa irritação nos olhos imediatamente.
A inalação de amônia em altas concentrações produz um acesso de tosse violento devido a sua ação nas vias respiratórias. Se não for possível escapar rapidamente do local, a vítima sofrerá forte irritação dos pulmões, edema pulmonar e até mesmo a morte.
Caso amônia liquida seja engolida, ela causará uma corrosão severa da boca, garganta e estômago.
A exposição às altas concentrações do gás pode causar queimadura nos olhos e cegueira temporária. O contato direto dos olhos com amônia liquida causará queimaduras muito sérias nos olhos. O contato da amônia com a pele, dependendo da intensidade, poderá causar irritação ou queimaduras.
Efeitos provocados no organismo das vítimas:
A grande maioria sofria com problemas decorrentes da intoxicação:
Com irritação nos olhos e garganta.
Quadro respiratório crítico.
Crises convulsivas, resultante do alto grau de absorção do gás.

PRIMEIROS SOCORROS
Remova a vítima imediatamente para um lugar descontaminado de preferência ao ar livre. Caso a pessoa esteja apresentando dificuldades respiratórias pode ser administrado oxigênio. Caso a pessoa apresente perda de consciência e parada respiratória, é necessário fazer respiração artificial (boca a boca) seguida de administração de oxigênio. Caso haja parada cardíaca, massagem cardíaca simultaneamente a respiração artificial será necessária, fazendo-se 5 massagens cardíacas e uma respiração alternadamente. Em qualquer caso chame imediatamente um medico ou socorro especializado.

Caso as roupas da pessoa não estejam contaminadas com amônia, elas devem ser removidas imediatamente e todas as áreas da pele afetadas devem ser lavadas com água em abundância. Se existirem chuveiros de emergência na área, a vítima deve ser colocada sob o mesmo e as áreas afetadas lavadas com água em abundância.

Em caso de contato dos olhos com amônia liquida ou vapor, os mesmos devem ser lavados com água em abundância por pelo menos 15 minutos, caso a pessoa utilize lentes de contato, as mesmas devem ser removidas para garantir que a água consiga lavar o local atingido. Caso seja notado que a irritação dos olhos persiste os mesmos devem ser lavados por um segundo período de 15 minutos e a pessoa encaminhada a um oftalmologista imediatamente.
Caso haja suspeita que a pessoa tenha engolido amônia, ela deve beber grandes quantidades de limonada e ser imediatamente encaminhada ao médico

DETECÇÃO DE VAZAMENTOS
Devido à toxicidade e corrosividade da amônia, todos os equipamentos: válvulas, reguladores de pressão, conexões, tubulações, etc. que se destinem à com ele ser utilizados devem ser devidamente testados e condicionais antes do uso. Três métodos de teste que podem ser utilizados estão listados abaixo em ordem de preferência:
1. Pressurizar o sistema com hélio industrial e testar todas as conexões com um detector de vazamento de hélio, normalmente um espectrômetro de massa. Este teste necessita ser realizado por um especialista, porém, dá excelentes resultados e o sistema se torna altamente confiável.
2. Pressurizar o sistema com uma mistura de no máximo 5% de Hidrogênio em Nitrogênio e testar todas as conexões com um detector de condutividade térmica. Este teste necessita ser realizado por uma pessoa adequadamente treinada, dá resultados muito satisfatórios e o sistema se torna confiável.

3. Pressurizar o sistema com nitrogênio e testar todas as conexões e pontos suspeitos com uma mistura de água e detergente. Este teste pode ser feito por quase qualquer pessoa, porém os resultados podem não ser os mais seguros e pequenos vazamentos podem não ser detectados. Por se tratar de equipamento que será utilizado com gás tóxico e corrosivo na presença de umidade este método não é o mais recomendado. Após a detecção e correção dos vazamentos, é imprescindível a secagem dos equipamentos através da passagem de nitrogênio seco por seu interior, ate haver plena certeza que toda a umidade residual tenha sido eliminada. Fonte: Gama Gases

Marcadores: ,

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@7:24 PM