Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

quinta-feira, abril 21, 2011

Síndrome do Polegar de BlackBerry

Síndrome do Polegar de BlackBerry atinge viciados em torpedos e pode danificar tendões e articulações da mão

Quem costuma enviar dezenas de torpedos diariamente para amigos, parentes ou chefes deve tomar cuidado. Um novo mal, típico do mundo moderno - está afetando os viciados em SMS ou e-mails pelo celular. Trata-se da chamada "Síndrome do Polegar de BlackBerry" (BlackBerry Thumb Syndrome), em referência ao aparelho telefônico do mesmo nome, um dos primeiros a ter teclados ágeis que facilitam a composição de mensagens.

Segundo especialistas do Hospital Kaplan, na cidade de Rehovot, em Israel, aumenta a cada dia o número de "viciados" em torpedos atendidos com inflamações nos polegares que, se não são tratadas, podem danificar os tendões e as articulações da mão inteira, causando tendinite ou artrite prematura.

A emergência do hospital tem recebido, nos últimos meses, dezenas de jovens com as mesmas reclamações: dor na mão, polegar inchado e sensível ao toque. Depois de examinados, eles têm recebido o mesmo diagnóstico: inflamação nos dedos causada pela ação de teclar repetitivamente nos celulares. Todos os pacientes admitiram que enviam dezenas - ou centenas - de torpedos ou e-mails pelo celular diariamente. O mais jovem deles tinha 12 anos.

Ainda não há estudos definitivos sobre a nova "Síndrome do torpedo", que foi identificada a menos de uma década nos Estados Unidos. Mas, com o aumento meteórico no uso de telefones celulares pelo mundo, os mesmos sintomas começam a afetar pessoas por todo o Planeta.

A inflamação é causada pela pressão excessiva sobre dois tendões, o que flexiona o polegar e o que o endireita. O médico Amir Oren, do Departamento Cirúrgico do Hospital Kaplan, explica que apertar as teclas dos celulares com os polegares muitas vezes acaba inflamando esses tendões, causando dor e inchaço. Segundo ele, caso a condição não seja tratada, a cartilagem da articulação da base do polegar pode ser danificada. Em casos extremos, é necessária até mesmo uma cirurgia de substituição da articulação.

- Vemos cada vez mais pessoas mandando torpedos para se comunicarem umas com as outras. Muitos têm medo da radiação dos telefones celulares e acham que mandar SMS é mais seguro - diz Oren. - Até os meus colegas estão sendo afetados.

Especialistas informam que os polegares não têm a agilidade e a flexibilidade dos outros quatro dedos e, por isso, sofrem mais no caso de atividades repetitivas.

- O teclado dos computadores foi desenhado para que se utilizem os outros dedos, e não o polegar, que não são capazes de teclar rapidamente. Nesses teclados, o polegar só é usado para teclar na barra de espaço - disse Alan Hedge, especialista em ergonometria da Universidade de Cornell, Ithaca, à revista americana Wired.

Na maioria dos casos, os sintomas desaparecem em alguns dias, se o paciente conseguir se abster dos torpedos. Mas, se a obsessão for mais forte do que ele, é melhor se preparar para encarar mais uma doença do século 21.
Fonte: Globo Online - 12/04/2011

Comentário:
Daqui a pouco o grande problema é distinguir a doença ocupacional provocado pela tecnologia industrial da tecnologia de entretenimento.
A crianças, jovens, adolescentes já estarão com problemas de lesões por esforços repetitivos provocados pela tecnologia de entretenimento. E quando esses jovens entrarem no mercado de trabalho já estariam com pré-disposição para adquirir prematuramente doença ocupacional por atividades repetitivas.
As Lesões por Esforços Repetitivos ou Distúrbios Osteomoleculares Relacionados ao Trabalho (LER/DORT), englobam dezenas de doenças, entre elas a tendinite (inflamação de tendão) e a tenossinovite (inflamação da membrana que recobre os tendões). As LER/Dort são responsáveis pela alteração das estruturas osteomusculares, como tendões, articulações, músculos e nervos.

Marcadores: , , ,

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@12:29 PM