Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

quarta-feira, fevereiro 02, 2011

Os maiores desastres naturais no Brasil


Foto: Deslizamento na Serra das Araras - RJ - 1967

Os deslizamentos de encostas têm aumentado consideravelmente nas últimas décadas, principalmente nos centros urbanos dos países denominados emergentes, onde esses movimentos gravitacionais de massa são agravados em função da urbanização intensa e da construção de residências em encostas acentuadas.

Os deslizamentos constituem riscos da natureza, que provocam conseqüências graves como o bloqueio de vias de circulação, soterramento de casas e conseqüentemente, a ocorrência de vítimas fatais. Além disso, provocam diversos danos ambientais, alterando a paisagem urbana, tornando-a mais vulnerável a novas ocorrências.

No Estado de São Paulo são significativas as zonas de média, alta e muito alta suscetibilidade a movimentos gravitacionais de massa, tanto como fenômenos da dinâmica natural de evolução do relevo ou como processos induzidos pela ocupação.

Destacam-se, pela grande freqüência de acidentes associados a escorregamentos, a região da Serra do Mar (Baixada Santista e Litoral Norte), a Região Metropolitana de São Paulo e o Vale do Paraíba, assim como a Serra da Mantiqueira (Campos do Jordão).

Na Tabela são apresentados os registros de acidentes associados a escorregamentos no Brasil, no período de 1928 a 2005. Observamos que neste período houve um total de 3.522 mortes associadas a escorregamentos no Brasil. O maior deles ocorrido em janeiro de 1967 na Serra das Araras com 1.700 mortes.

Registros de acidentes associados a escorregamentos no período entre 1928 e 2005.



Fonte: Revista Brasileira de Geografia Física 03 (2010) 07-13

Comentário: O desastre da região Serrana será o segundo maior desastre natural do país. O número de mortes até o momento é de 869, com 423 desaparecidos.

Marcadores: , ,

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@11:02 AM