Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

sábado, maio 05, 2012

Carro com dispositivo de GPS causa acidente?

Lembre-se da velha e boa frase familiar: "Você  iria junto, se seus amigos pulassem de um penhasco?"  Como se vê, este é um bom conselho para prestar atenção quando você usar um dispositivo GPS: Você iria, se seu GPS informasse para dirigir em direção a um penhasco?

Como os sistemas de navegação GPS são agora comuns, uma conexão comum entre os dispositivos e os acidentes foi identificada.  Embora as razões sejam várias, muitas vezes se resume a fatores humanos.

Um dos erros mais comuns humanos quando se trata de usar um dispositivo GPS é o excesso de confiança na forma como o  sistema de navegação que é ou não é inteligente.  Por que planejar quando o seu GPS irá dizer-lhe para onde ir?  Bem, aparelhos de GPS são falíveis, pois eles podem ser feitos a partir de erros de comunicação por satélite e mapas desatualizados ou imprecisos. 

Mesmo quando os mapas são atuais, algumas informações de mapeamento e navegação não levam em conta os tipos de estrada.  Com este tipo de erro de software, a estrada que pode ser parecida com a menor distância entre o ponto A e o ponto B pode realmente ser uma estrada particular não pavimentada. Se o seu dispositivo GPS não o reconhece como tal, pode adicionar o caminho para a sua rota.

 Devido a esses fatores, os motoristas encontram-se dirigindo em terreno inseguro e em outros perigos, tais como lagos artificiais ou cruzamento de ferrovias.  Quanto mais você está confiante em que o dispositivo GPS informa-lhe,  menos provável que você nota algo errado.  Risco de acidentes aumenta quando os motoristas confiam demasiadamente nas instruções do seu dispositivo GPS, tais como; avisos de "quando possível, fazer uma conversão legal, utilizar algum desvio para o tráfego.

Desatenção e distração do motorista também aumentam o risco de acidente.  Já vimos esses motoristas na estrada: os que tomam café da manhã dirigindo, conversando no  celular e lendo  jornal o tempo todo atrás do volante de seu carro.  Claro, é difícil eliminar todas as distrações ao dirigir.

Em um estudo realizado pela Rede de Empresários para  Segurança no Trânsito (NETS. Network of Employers for Traffic Safety), derramar café quente em si mesmo e deixar cair algo no chão são as duas distrações do motorista mais comum. 

Mas a Agência Nacional de Segurança e Tráfego nas Estradas (NHTSA, National Highway Traffic Safety Administration) calcula que a distração do motorista atinge 25 a 30 por cento dos cerca de 1,2 milhão acidentes de carro nos Estados Unidos a cada ano.  O maior número de dispositivos em seu carro, a partir de telefones celulares para navegadores GPS para sistemas de entretenimento a bordo, maiores são as possibilidades de distração.  A NETS também descobriu quando os motoristas desligam o viva-voz do GPS, aumenta o seu nível distração, pois  sem os comandos de voz, os motoristas passaram mais tempo olhando para a tela do que para estrada.

Não há dúvida que na maioria dos casos o sistema de navegação GPS pode chegar ao seu destino são e salvo, especialmente se você fizer uma preparação inicial antes de pegar a estrada.  Preparação do dispositivo antes de viajar para evitar a distração de ajustá-lo durante a viagem - que inclui não só definir o seu início e  destino, mas também ajustar as configurações.  E minimizar a distração parando o carro ou dependendo do acompanhante para fazer alterações durante a viagem.
Consulte um mapa e preste atenção ao ambiente e sinais de trânsito - GPS pode ser útil, mas não pode substituir o bom senso.  

Fonte: Howstuffworks – devices electronics

Comentário
Daqui a pouco o que vai predominar nos veículos  é o painel interativo. O sistema possui uma tela de LCD sensível ao toque e à aproximação no lugar do tradicional painel de instrumentos analógicos. O novo dispositivo permite ao condutor escolher a configuração visual do painel, ter acesso às imagens e vídeos, bem como acesso a internet e outras funções do veículo. A distração na condução do veiculo será elevada e conseqüentemente o acidente.
A distração ocorre quando o motorista se atrasa no reconhecimento da informação  necessária para realizar com segurança a tarefa de dirigir,  seja por algum evento, atividade, objeto ou pessoa, dentro ou fora do veículo, que força ou tenta induzir o motorista a desviar sua atenção para algo além da tarefa de dirigir.(definição International Conference on Distracted Driving)

Histórico de acidente

■19/12/ 2011 - O sobrevivente do grave acidente que aconteceu na SC-444, em Içara, no dia nove de dezembro, falou ao Telenews, de Torres,  sobre a ocorrência que resultou em duas mortes. Evandro estava no banco traseiro do veículo e foi socorrido pelos bombeiros e encaminhado ao Hospital São Donato.  Evandro relatou que usava cinto de segurança e lembra que o motorista, Laureano, seu primo, mexia no aparelho de GPS no momento da colisão.  Laureano e o caroneiro do banco dianteiro morreram no local.

■ 24/02/2012 - Um motorista que dirigia um carro da SPTrans (empresa que gerencia o transporte público) fez uma conversão proibida à esquerda na rua Vergueiro (zona sul de SP) e atingiu dois motoqueiros. O motorista alega que o acidente ocorreu porque seguiu a orientação do GPS.Uma das vítimas, GA, 28, quebrou o braço no acidente e passaria por cirurgia. Ele e o outro motociclista, que teve só escoriações, estavam na motofaixa quando foram atingidos. Segundo ele, o motorista alegou que seguiu as instruções do aparelho. A mesma informação consta do boletim de ocorrência.

■ 25/01/2012-Um suposto erro de GPS causou um acidente na manhã de quarta-feira (25/01) na Avenida Froes da Mota, no viaduto Portal do Sertão em Feira de Santana a cerca 108 quilômetros de Salvador. Segundo o motorista, após passar sobre o viaduto o GPS do veiculo mandou que ele entrasse à esquerda. “Quando me dei conta que estava executando uma manobra não permitida já dei de cara com o outro carro e bati de frente”, contou motorista.

■ 28/01/2012 - Três pessoas sofreram ferimentos leves em colisão ocorrida na MS-276, em Ivinhema, a 297 km de Campo Grande, às 16h30 (horário de MS). Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o condutor de um dos veículos relatou que se distraiu olhando a rota no GPS, não conseguiu frear a tempo e atingiu o reboque do carro que seguia na frente.
Segundo o Corpo de Bombeiros, os ocupantes do carro que seguia na frente tiveram escoriações leves. Os que estavam no veículo do condutor que provocou o acidente não tiveram ferimentos. O motorista assumiu a responsabilidade pela colisão, de acordo com a  polícia rodoviária.

Marcadores: ,

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@2:07 AM