Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

terça-feira, abril 12, 2011

SmartBird

Projeto aerodinâmico leve

Um dos maiores gênios da História, Leonardo da Vinci concebeu idéias que estavam muito à frente de seu tempo. Em seus cadernos de estudo dos séculos XV e XVI estavam projetos que só viraram realidade centenas de anos depois, como o helicóptero e o pára-quedas. Agora, mais um deles ganha os céus, graças ao trabalho de um grupo de engenheiros da empresa alemã Festo, especializada na automação de fábricas: um robô com o formato de uma gaivota que voa como um pássaro, replicando a mecânica da natureza.

SmartBird é um modelo de vôo ultraleve, mas poderosa, com excelentes qualidades aerodinâmicas e extrema agilidade. Com SmartBird, Festo conseguiu decifrar o vôo dos pássaros - um dos mais antigos sonhos da humanidade.

Esta tecnologia biônica de suporte, que é inspirada pela gaivota de arenques, pode iniciar, voar e pousar de forma autônoma - sem mecanismo de acionamento adicional. Suas asas não apenas bate para e para baixo, mas também gira em ângulos específicos. Isto é possível por uma unidade de propulsão articulada torcional, que em combinação com um complexo sistema de controle atinge um nível sem precedentes de eficiência na operação de vôo. A empresa assim conseguiu pela primeira vez criar uma adaptação técnica energeticamente eficiente deste modelo da natureza.

Novas abordagens em automação
A integração funcional das unidades de propulsão acopladas produz idéias significativas e compreensão que a empresa pode transferir para o desenvolvimento e otimização de tecnologia de propulsão híbrida.

Feita de fibra de carbono e espuma plástica, a máquina pesa pouco menos de meio quilo e tem uma envergadura de cerca de dois metros. O uso mínimo de materiais e construção extremamente leve abre o caminho para a eficiência no consumo de recursos e energia

Fonte: Festo e Globo

Marcadores: ,

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@12:25 PM