Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

segunda-feira, maio 03, 2010

Proteção contra incêndio para escritórios


Um escritório reduz-se a cinzas em sete minutos. Você pode suporta esse prejuízo?
Não leva muito, cerca de 7 minutos para um incêndio em escritório típico moderno para transformar em inferno e destruir tudo.

Foto: Edifício Andraus, São Paulo - 1972

Um incêndio de 6 milhões de dólares em escritório ocorreu quando houve um superaquecimento do reator de uma lâmpada fluorescente, que caiu sobre um aparelho de plástico numa pequena área do almoxarifado. Vamos chamar os bombeiros? Atrasado.
Felizmente os bombeiros controlaram o incêndio na área, mas, quando eles abriram as portas e as aberturas de ventilação, a fumaça propagou-se além da área do almoxarifado, causando a maior parte dos danos.
A lição? Ninguém estimou os prejuízos elevados causados pela fumaça. Aparentemente, ninguém, solicitou aos funcionários da necessidade de chamarem os bombeiros imediatamente. Ninguém solicitou ao Corpo de Bombeiros para inspecionar o local ou o prédio. Em resumo, ninguém estava preparado.
E a falta de planejamento e preparação, o pior de todos os riscos, prevaleceram.
Ainda que o sistema de sprinkler possa extinguir incêndios, porém muitos escritórios não os possuem. Ainda que a importância do treinamento para extinção de incêndio é bem conhecida, relativamente poucos funcionários de escritórios são treinados.


Foto: Edifício Joelma, São Paulo - 1974

O QUE VOCÊ PODE FAZER?
Primeiro
Estar ciente das causas mais comuns de incêndios em escritórios. Em princípio, o cenário do escritório é muitas vezes colocado com muito combustível para um fogo, que arde lentamente produzindo muita fumaça, quase tudo você vê. Você instalou computador e equipamento no escritório, cujos componentes plásticos predominam (gabinete, monitor e teclado)?
O que me diz do mobiliário? Não esquecemos do carpete e sofá.
E o plástico laminado?
E o revestimento da mobília (melamínico)?
E a espuma do sofá e da cadeira?
E o revestimento de papel de parede?
E o painel decorativo de madeira?
E o fluido para as máquinas copiadoras?
E o estoque de papéis no almoxarifado? Tudo isso queima rapidamente.
Alguns derretem e outros podem provocar auto-ignição.
Falta de limpeza e de organização adicionam mais combustível: lixo, arquivo e armário com estoques.

Perfil das perdas
O perfil das perdas das propriedades seguradas pela Allendale Insurance, mostra para você uma idéia, de como avaliar seu programa de prevenção de perdas.
Segundo
Providenciar um plano por escrito, eliminando os riscos em potenciais. Instalar o sistema de proteção de sprinkler. Se você aluga seu escritório, informe no contrato de sua política de prevenção de incêndio e o tipo de proteção contra incêndio disponível. Se você é inquilino, deveria igualmente ser informado sobre o programa de prevenção, resposta de emergência e a localização do Corpo de Bombeiros. Se você aluga ou é proprietário observa os problemas seguintes e no final do artigo consulte o check‑list com mais detalhes.



Falhas elétricas, superfícies quentes, superaquecimento ou fontes quentes
Tubulações ou equipamentos elétricos de aquecimento podem iniciar incêndios instantaneamente quando em contato com materiais combustíveis.
Atualmente os escritórios tendem a utilizar muito mais fiação elétrica do que anteriormente devido ao incremento da utilização de equipamentos eletrônicos (computador, impressora, fax, etc.) e iluminação.
O conhecimento gradativo dos problemas e as inspeções, periódicas são importantes.

Foto: Edifício–Cesp, São Paulo -1987
Incendiário
A execução de uma política de segurança deficiente e a falta de um sistema de detectores automáticos (sensores, circuito fechado de televisão, informatização do controle de entrada/saída de pessoal), propícia que um incendiário possa atacar rapidamente e desaparecer.
Quando a empresa está em fase de reestruturação; mudança para outro local, reorganização de pessoal, retorno às atividades após uma greve ou em conseqüência de um prejuízo, o seu negócio está mais vulnerável para o ataque do incendiário.
Ignição espontânea
Pode ocorrer quando o escritório estiver em reforma. Certos materiais podem provocar auto‑ignição, isto é, a elevação do calor gerado pelos próprios materiais sem ajuda externa ou por fornecimento externo de energia. Por exemplo; madeira localizada próxima a um forno ou chaminé que será submetida à alteração química severa e eventualmente poderá ocorrer auto‑ignição. A utilização de tinta (vapores), óleo de linhaça, trapos, estopa, painel compensado, serragem, espuma, por exemplos; pode ocorrer auto-ignição.

Cigarro
Cigarro e fósforo continuam causando as pioras perdas de incêndio, por causa da negligencia em fumar. Demarcando áreas para fumar (fumódromo) e fixando regras para o descarte adequado do cigarro (lixeira), já temos um bom plano, especialmente se existem muitos fumantes na área todos os dias.

Trabalhos a quente
São totalmente evitáveis. As perdas históricas registradas mostram que os incêndios devido a trabalhos a quente resultam de; corte, abrasivo, brasagem forte, soldagem, brasagem leve, degelo de tubulação por aquecimento, manta asfáltica aplicada com chama aberta, ou alguma operação produzindo chamas abertas, quente ou fagulha. É melhor escolher outro método para terminar o trabalho.
Precauções brandas ou política colocada apenas no papel, não funciona. Um sistema de permissão rigorosa é essencial. Paralisar qualquer trabalho a quente onde o procedimento não está sendo seguido ou executado.
Não presume que as prestadoras de serviços estão seguindo sua política para trabalho a quente. Exija que eles coloquem no contrato que concordam em seguir cada passo do sistema de permissão. Certificar-se, se eles estão tomando cuidado na execução de suas tarefas e principalmente verificar a intenção deles (comentários dos funcionários) em cooperar na aceitação do procedimento de permissão.

Exposição ao fogo e demais riscos
Radiação térmica ou chama propagando‑se de um incêndio externo ou próximo à estrutura, de um pátio de armazenagem, de um coletor de lixo ou vegetação seca, podem causar incêndios em escritório ou propagar danos devido ao calor e fumaça. Manter distância adequada entre o escritório exposto e a vizinhança é a ideal.

AVALIAR O SEU RISCO

Plano de contingência
Quanto tempo pode funcionar o seu negócio sem um escritório? E os clientes? Possuindo um plano de contingência, você poderá identificar exatamente o seu risco e planejar a expectativa de perda. Você pode desenvolver o plano com auxílio de especialistas, para prevenir a perda ou responder a uma situação de emergência enquanto estiver ocorrendo ou para enfrentar condições adversas.

Pré‑plano de incêndio
A elaboração de um pré-plano com auxílio do Corpo de Bombeiros deveria ser o primeiro passo, quando você muda ou reforma o escritório. Os bombeiros combaterão o foco de incêndio com mais eficiente, se eles estão familiarizados com os riscos. Durante a visita dos bombeiros, discutir todas as possibilidades e efeitos do incêndio, incluindo os danos provocados pela água e fumaça. Apenas esse passo, poderá diminuir muito o risco de incêndio, se um acidente ocorrer.

Sistema de Sprinkler
É o mais efetivo meio de controle de incêndio para escritório e áreas de armazenagem. Onde a proteção de sprinkler é inadequada, os prejuízos são muito mais elevados, como demonstra as estatísticas de propriedades seguradas.

Proteção de sprinkler adequada para escritório – de 1991 a 1995
Cientificar-se que o sistema de sprinkler foi projetado adequadamente, instalado e conservado, de acordo com as normas técnicas vigentes no país (ABNT).
Sprinkler obstruído pode impedir o controle do incêndio. Instalações deficientes podem também comprometer o controle de incêndio. Manter o sistema de proteção contra incêndio em bom estado de conservação

Condição de operação
Ainda que, você aluga as instalações, você deveria exigir o sistema de proteção instalado e em boas condições de funcionamento. Qualquer sistema de proteção deveria ser regularmente inspecionado e conservado.
Os dispositivos de ativação tais como; elo fusível e detectores de fumaça e de calor deveriam ser checados.
Os sprinklers não devem estar com resíduos (corrosão interna ou acúmulo de resíduos que impregna a ampola, retardando a sua operação) ou de outra maneira impedidos de funcionar.

Extintores de incêndio
Selecionar extintores adequados e colocados em locais estratégicos para utilização em riscos de incêndio. O treinamento dos empregados é o elemento chave para utilização dos extintores adequadamente. Testar esses extintores de acordo com as normas técnicas em vigor.

Reforma de escritório
Durante a reforma aumenta a vulnerabilidade para ocorrência de incêndios. Utilizando ou armazenando tintas, limpeza com solvente, papelão, material em embalagem e outros materiais combustíveis, próximo a um equipamento de chama aberta, tais como; maçarico, brasagem, aquecedor de ar e fiação elétrica temporária, criam riscos potenciais de incêndio.
A reforma pode envolver o corte temporário de fornecimento de água, provocando outro risco em potencial. Quando você interrompe o fluxo de água na válvula de controle do sprinkler, você retira sua proteção.
Durante o tempo que o sistema está fora de serviço, você necessita de dispositivo de alerta (aviso que o sistema não está funcionando) para as válvulas fechadas e restabelecer a proteção do sistema, assim que for possível.
Relocar os extintores, colocando‑os em locais que podem ser vistos.

Edifícios Altos
Têm o maior potencial para as principais perdas em propriedades, por várias razoes:
■ As Janelas dos andares estão acima do alcance dos equipamentos do Corpo de Bombeiros (escada Magirus)
■ Cada andar adicional cria mais dificuldade para evacuação do pessoal e combate ao fogo
■ O uso extensivo de fachada de vidros (painéis de vidros) permite ao fogo passar verticalmente de um andar para outro
■ Os átrios são propícios a criação do efeito de chaminé
■ Nos dutos de ventilação, de aquecimento e do ar condicionado podem circular fumaça, calor e gases tóxicos para grandes áreas remotas do fogo. Considerar que os danos podem resultar somente pela fumaça. A fumaça percorre rapidamente o edifício através de dutos e apenas é impedida por barreiras físicas (dumpers). O sistema de ar condicionado pode rapidamente propagar a fumaça, gases tóxicos e calor.

Cobertura adequada de sprinkler
É essencial para edifícios altos, o sistema automático de sprinkler pode controlar o fogo ou minimizar a sua propagação e danos às áreas adjacentes. O sprinkler torna o combate ao fogo mais fácil e reduz a chance de um fogo incontrolável.

CONCLUSÃO
Lembrete: Escritório desprotegido é inseguro.
Um programa adequado não tem de ser dispendioso ou consumir muito tempo. Conhecendo os riscos potenciais, usando o bom senso para eliminá-los ou protegê-los e minimizando as fontes de ignição, metade do programa está elaborado. Reparar ou substituir fiação defeituosa. Ter certeza que o sistema de proteção está funcionando, incluindo os detectores.
Instalar sistema de sprinkler.
Lembrar do aviso “não fumar” e colocar equipamento de segurança (cinzeiro) na área permitida para fumar.

CHECK LIST PARA PROTEÇÃO PARA EDIFÍCIOS COMERCIAIS (ESCRITÓRIOS)

Instalação elétrica
■ Instalação elétrica de acordo com as normas em vigor
■ Manter equipamento limpo, seco e ventilado
■ Manter a regularidade de desempenho do equipamento conforme manuais técnicos e controle de registro de manutenção
■ Desligar a iluminação e equipamentos elétricos durante a interrupção do trabalho (horário de almoço e final do expediente)
■ Não sobrecarregar as tomadas com “benjamins“ ou extensões de tomadas
■ Restringir o uso de aquecedores de marmitas (marmiteiros) e controlar o seu uso
■ Colocar um aviso “procedimento para utilização” próximas as cafeteiras elétricas, aquecedores elétricos, ar condicionado. Estes são as principais causas de incêndio em escritórios.
■ Desligar equipamento, quando não estiver em uso. Colocar um aviso “alertando sobre perdas elevadas”
■ Checar periodicamente a fiação elétrica e substituindo‑a ao primeiro sinal de desgaste.

Incendiário
■ Instalar sistema automático de sprinkler
■ Manter uma brigada de incêndio bem treinada
■ Proporcionar segurança adequada (iluminação externa e interna, vigilância, sistema de alarme contra intrusão e controle de acesso)
■ Possuir sistema automático de detectores de fumaça, calor e sistema de alarme
■ Assegurar que todas as válvulas de sprinklers estão travadas contra abertura com cadeado e corrente, bem resistente.
■ Controle de acesso de visitantes e de empregados

Cigarro – Fumo
■ Proporcionar sistema automático de sprinkler
■ Proibir fumar em áreas com potencial de riscos e colocar aviso enfatizando a proibição.
■ Onde é permitido fumar, colocar “cinzeiros de piso” incombustível (metálico)
■ Manter os cinzeiros limpos
■ Campanha educativa sobre o perigo de fumar com negligencia em áreas de riscos
■ Colocar extintores de incêndio em locais estratégicos e treinar o pessoal para sua utilização.

Ignição espontânea
■ Fornecer proteção automática de sprinkler acima e abaixo para forro falso se o material do forro é combustível ou o espaço existente contém material combustível capaz de sustentar e propagar o fogo.
■ Quando a estrutura do forro está colocado abaixo do sistema de sprinkler, a estrutura deve ser de material incombustível
■ Expandir os circuitos elétricos para atender as novas instalações de equipamentos

Exposição ao fogo
■ Controle de fumaça. Sistema de ventilação, aquecimento e ar condicionado central com dumper corta fogo com fusível de acionamento deve ser providenciado para minimizar o movimento de fumaça entre pisos e áreas de fogo.
■ Providenciar o sistema de controle de fumaça para manter as áreas isentas de fogo de fumaça e remover a fumaça das áreas atingidas pelo para o exterior.
■ Providenciar adequada limpeza, circulação de ar e alguns casos, isolação entre material combustível e superfícies quentes ou fontes quentes
■ Desligar luminárias e equipamentos elétricos durante o intervalo de trabalho (almoço e fim do expediente).
■ Enfatizar a treinamento pessoal e a importância do desligamento de equipamentos elétricos (ar condicionado, aquecedor, marmiteiro, etc)

Fonte: Fire Protection for Offices - Factory Mutual Engineering - 1996

Vídeo:
Edifício Comercial Windsor – Madri – Espanha – 12/02/2005


Vídeo:
Edifício Andorinha – Rio de Janeiro – 23/02/1986
Fogo começou numa tomada sobrecarregada por vários aparelhos elétricos.


Vídeo:
Edifício Joelma – São Paulo-01/02/1974


Vídeo:
Edifício Andraus-São Paulo - 1972

Marcadores:

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@8:00 AM