Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

quarta-feira, dezembro 19, 2007

Calçados "'croc" causam acidentes

Calçado da moda no Brasil, o modelo "croc" (sandália, cujo solado é feito de espuma especial e antiderrapante e com furos para ventilação) é motivo de polêmica nos Estados Unidos.

Relatos de acidentes
Surgiram diversos relatos de crianças que se acidentaram ao utilizar o calçado, principalmente em escadas rolantes.

Avisos em escadas rolantes
No maior sistema de metro dos EUA – o metrô de Washington – já foram até colocados anúncios alertando os usuários sobre o uso desse tipo de calçado nas escadas rolantes. Os cartazes mostram a foto de um crocodilo, mas não mencionam o modelo "croc" diretamente.

Pé fica preso devido a característica da sandália
De acordo com os relatos que apareceram nos Estados Unidos e até em Cingapura e no Japão, os acidentes com pé preso acontecem devido a dois dos principais atrativos para a compra do produto: flexibilidade e aderência. Algumas pessoas afirmam que o calçado fica preso nos “dentes” no fundo ou na parte superior da escada rolante, ou mesmo na fenda entre os degraus ou na lateral das escadas rolantes.

Foto: O garoto Rory McDermott, 4 anos, mostra o pé machucado na escada rolante

Acidente
Rory McDermott, um garoto de quatro anos que prendeu seu pé no mês passado. Naquela momento ele calçava um Croc numa escada rolante num shopping Center no norte da Virginia. Sua mãe conseguiu libertá-lo, mas a unha do seu dedão foi quase completamente arrancada, causando sangramento intenso.

No começo, a mãe de Rory não tinha idéia do que poderia ter causado o acidente. Só mais tarde alguém no hospital comentou algo sobre o calçado de seu filho. Então ela começou a suspeitar dos Crocs e fez uma pesquisa na internet.

Pesquisa na internet e vários acidentes em escadas rolantes
“Cheguei em casa e escrevi num buscador na internet as palavras Croc e escada rolante e começaram a aparecer várias histórias parecidas”, disse Jodi McDermott, de Vienna, Vancouver. “Se eu soubesse disso antes, meu filho nunca teria usado esse calçado."

Crocs e as crianças
Todos os relatos de ferimentos graves envolviam crianças pequenas. Os Crocs normalmente são usados por crianças de até 2 anos. A empresa fabricante do calçado que virou moda em todo o mundo lançou os sapatos em sua menor versão, o tamanho 4/5, na primavera passada.

Relatos de acidentes em alguns países
Japão
No Japão o governo alertou os consumidores que já recebeu 39 relatos de sandálias – em sua maioria Crocs ou similares – ficando presas em escadas rolantes do fim de agosto ao início de setembro. A maioria desses relatos parece envolver crianças pequenas, algumas de até dois anos de idade.

Kazuo Motoya, do Instituto de Tecnologia e Avaliação do Japão, disse que as crianças estão mais sujeitas a acidentes com escadas rolantes, em parte porque elas ficam “pulando quando estão de pé na escada rolante, em vez de ficar atentas ao lugar em que seus pés estão”.

Cingapura
Em Cingapura, uma menina de 2 anos de idade usando tamancos de borracha – a marca não foi identificada – teve seu dedão completamente arrancado num acidente com escada rolante no ano passado, de acordo com relatos da mídia local.
Foto - Jornal Lianhe Zaobao – Singapura – november, 7 2006

Estados Unidos
E no aeroporto de Atlanta um menino de 3 anos usando Crocs sofreu um corte fundo na parte superior de seus dedos em junho. Esse foi um dos sete casos de calçado preso em aeroportos desde o dia primeiro de maio e cinco deles envolviam Crocs, segundo Roy Springer, gerente de operações da empresa que administra o terminal.

Uma loja norte-americana que atende ao público infantil, a subsidiária da Mattel chamada "American Girl", colocou cartazes em três locais diferentes dando instruções para que os clientes calçando Crocs ou sandálias semelhantes usem os elevadores em vez das escadas rolantes.

Suécia
Hospitais proibiram a utilização de Crocs (sapatos e sandálias) pelas equipes médicas por incidentes que ocorreram com equipamentos. Os equipamentos deixaram de funcionar. Descobriram que funcionários estavam utilizando sapatos semelhanres aos Crocs, que tem característica de acumular elevada carga estática, devido ao tipo de solado e é feito totalmente de plástico.

A empresa
A Crocs, empresa sediada no Colorado e responsável pelo produto original (hoje o calçado é feito também por imitadores, mas foi esse produto que deu o nome genérico ao calçado), afirmou que a empresa não mantém um registro dos motivos dos chamados ao serviço ao consumidor. Mas a companhia afirma estar ciente de “alguns poucos” problemas envolvendo acidentes ligados aos calçados, que são feitos de resina sintética macia.

Fonte: G1 – 18 de setembro de 2007 e The local, 18 April 2007

Comentário:
Toda tecnologia transporta em seu sistema riscos latentes (não existe sistema totalmente seguro). Quando os riscos latentes transformam em riscos visíveis resultantes de uma série de eventos não previstos e da convergência de fatores adversos, eles se somam e ocorre o desastre.
Veja o cenário da ocorrência do incidente com a sandália

Foto: acidente em um shopping na região do Butantã, Brasil – outubro de 2007 - Não houve ferimentos

Criança
Criança pequena, em fase de iniciação de atividade locomotora (pernas), coloca os pés em áreas indevidas, brincam e não presta atenção em etapas de movimento.
Escada rolante
Já apresenta risco para jovens, adultos idosos. Apoiar nos corrimões, colocar os pés fora da faixa de segurança ( junção do degrau com parte lateral) e não levantar os pés no momento da saída da escada rolante

Croc - Empresa
A origem do calçado era para esporte náutico, devido ao seu solado antiderrapante que não marcava o deck do barco. E os furos existentes do calçado eram para que água pudesse escoar e ventilar. É um calçado antitranspirante e não cria fungos e bactérias.
Em 2003 Crocs se tornou um fenômeno universalmente aceito como um calçado confortável e para todas as ocasiões. Para as crianças a aceitação foi elevada devido as suas cores fortes e chamativas. Há diversos modelos para adultos; tênis e botas.

Resultado
Um calçado antiderrapante, inadequado para criança numa faixa etária até sete anos, que arrasta um pouco os pés e em local inadequado (escada rolante) pode causar acidente. Lembra muito o idoso com tênis, ele não levanta o pé suficiente para se locomover e arrasta o pé e o solado do tênis é de borracha não desliza suficiente, ele poderá tropeçar e cair.

Marcadores: ,

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@5:27 AM

2 Comments:

At 6:05 PM, Blogger Cristiane Fetter said...

Vou te dizer uma coisa. Este tipo de calçado foi a febre do verão aqui nos Estados Unidos, e não só em crianças pequenas não, os adultos também usaram muito.
Vamos ver no próximo.
Abraços

 
At 9:56 AM, Blogger Consultora Educacional said...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Analista de Suporte. Melissa.

 

Postar um comentário

<< Home