Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

quinta-feira, junho 16, 2011

Embalagens pequenas podem ser perigosas!

Houve um incidente durante o processo de descontaminação de um balde contendo resíduo perigoso. Um operador estava neutralizando uma pequena quantidade de resíduo de processo que fora drenado para um balde, durante um serviço de manutenção. Continha pequenas quantidades de sódio metálico, um material que reage violentamente com a água.

O procedimento de descontaminação previa adicionar metanol desidratado ao resíduo dentro do balde, aquecê-lo e permitir que reagisse por 6 a 7 horas. O operador seguiu o procedimento e, após o tempo de reação, esvaziou o conteúdo do balde e preparava-se para o descarte final do conteúdo quando algum resíduo espirrou para fora do balde, entrando em contato com a água da chuva e provocou uma reação exotérmica (com liberação de calor) que acabou atingindo e ferindo o operador.

Baldes, tambores e outros pequenos recipientes contendo resíduos perigosos, armazenados antes de descarte final. É importante lembrar que as embalagens podem representar um grave perigo, até mesmo para materiais perigosos e resíduos armazenados em pequenas quantidades.

Especificamente pequenos recipientes podem ser muito perigosos para as pessoas que manipulem ou trabalhem próximos aos materiais – seja adicionando mais resíduos aos recipientes ou executando algum tipo de operação de neutralização, descontaminação, ou outras operações químicas.

É importante considerar também as condições de armazenagem de resíduos perigosos – por exemplo, se há riscos para altas temperaturas (polimerização, decomposição) ou para baixas temperaturas (congelamento)?

POR QUE ACONTECEU?
O recipiente continha cerca de 50 a 75 mm de borra, resultado do procedimento de manutenção e não estava identificado. O operador perguntou a outros operadores sobre o que fazer com o resíduo e disseram-lhe para descartá-lo de maneira usual.

Entretanto, a borra continha uma camada sólida que impediu o contato do sódio com o metanol e a reação de neutralização não foi completa.
O procedimento não exigia que o operador misturasse a solução neutralizada para garantir a reação completa.

O QUE VOCÊ PODE FAZER?
■ Identifique todos os recipientes, especialmente os que contêm resíduos resultantes do processo.
■ Lembre-se que mesmo pequenos recipientes podem representar um grande risco.
■ Rotulagem. Teste materiais desconhecidos para identificá-los corretamente e quais os procedimentos para descarte seguro que necessitam ser desenvolvidos.
■ Assegure-se que os procedimentos de manutenção incluam instruções para identificação e descarte seguro de resíduos.
■ Durante as operações de rotinas de drenagem comunique ao seu supervisor qualquer anormalidade (por exemplo: borra, sedimentos ou presença não esperada de sólidos).

Pequenos contêineres podem causar explosões perigosas!

Fonte: Process Safety Beacon – March 2011

Comentário:

Recomendações
■ Comunicação de Riscos
■ Fatores humanos – treinamento
■ Manual de Produtos Químicos – FISPQ ou MSDS
■ Etiqueta de aviso de perigo

Finalidade da Comunicação de Riscos
■ Identificação dos riscos
■ Procedimentos de segurança para trabalhar com produtos químicos
■ Procedimentos de comunicação de riscos
■ A Importância das Etiquetas de Identificação /Etiqueta de alerta
■ Equipamentos de Proteção Individual
■ Reação a uma Emergência
■ Riscos Químicos e Como Controlá-los
■ MSDS – Manual de Produtos Químicos – FISPQ – Ficha de Segurança de Produtos Químicos
Fonte: Chemmax Inc.

É importante dar destinação segura às embalagens que continha substâncias perigosas e principalmente aquelas que ficaram com algum tipo de resíduo.
No Brasil essas embalagens se tornam perigosas porque elas podem ser vendidas a terceiros.

FORMAS CORRETAS DE DESTINAÇÃO
■ Embalagens não contaminadas: Embalagens isentas de resíduos são recicláveis e podem ser negociadas com sucateiros.
■ Embalagens contaminadas: Embalagens, cujo excesso de resíduo foi esgotado conforme orientação, e apresentando apenas quantidade residual de material seco poderá ser encaminhada para reciclagem.
■ Embalagens de papel / plástico não contaminadas: São materiais recicláveis e podem ser negociado com sucateiros.

ACIDENTE COM EMBALAGEM CONTAMINADA COM RESIDO TÓXICO
Um homem de 39 anos morreu na tarde de sábado, 11 de junho, ao inalar produtos químicos. O acidente foi registrado em uma casa na Rua Cuba no Jardim Consolação, na cidade de Franca, Estado de São Paulo. Ele teve morte instantânea.

COMPRAVA EMBALAGENS DE CURTUME
A vítima era funcionário do proprietário da casa, que segundo informações, comprava embalagens vazias de produtos químicos. A compra era feita junto a curtumes, depois de lavadas e higienizadas as embalagens, os galões eram vendidos.

CAUSA PROVÁVEL
Pelas primeiras informações, o funcionário estaria lavando um dos galões, que possuía um liquido de cor azulada, provavelmente em contato com a água, o produto reagiu e o vapor acabou intoxicando o rapaz, que morreu no local.
O cheiro forte de produto químico era sentido no lado externo da casa e um papagaio que estava na gaiola, no mesmo local onde o funcionário foi intoxicado, também morreu.
O cheiro forte se espalhou pelo bairro, assustando os vizinhos, e várias casas próximas foram isoladas pela Defesa Civil do município, que retirou os recipientes do local, e os moradores só puderam retornar aos seus lares no final da noite.

INVESTIGAÇÃO
A pericia da Polícia Civil compareceu no imóvel e constatou o óbito da vitima.
A Delegada que respondia pelo plantão na tarde de sábado determinou a abertura de um inquérito para apurar responsabilidades do acidente. O corpo do funcionário foi removido ao IML (Instituto Médico Legal), para a realização de exames.
A CETESB foi acionada e deverá manter o imóvel lacrado até a decisão para onde os galões que foram encontrados na casa serão transferidos. Fonte: Diário de Franca - 12 de Junho de 2011

Marcadores:

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@12:17 PM