Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

terça-feira, fevereiro 22, 2011

Raios e Trovões



Segundo levantamento feito pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, em média, até mil raios caem em São Paulo nos dias de chuva






COMO SE FORMAM
O raio é uma descarga elétrica que ocorre durante uma tempestade entre partículas com carga negativas nas nuvens e positivas no solo
1 - O aquecimento do ar provocado pelo fenômeno gera um clarão conhecido como relâmpago
2 - E uma onda sonora chamada de trovão
3 - O pára-raios atrai a descarga elétrica e a conduz para o solo, onde não provoca estragos






DISTÂNCIA
Para saber a que distância caiu um raio, você pode contar os segundos entre
APARIÇAO DO RELÂMPAGO
E O SOM DO TROVÃO
Isso se justifica porque o som viaja a uma velocidade média de um quilômetro a cada três segundos ( 340 m/s)



PREVENÇÃO
Durante uma tempestade com raios

CUIDADOS PESSOAIS
■ Evite falar em telefones que tenham fios
■ Afaste-se de postes de iluminação, árvores e cercas de arame farpado
■ Evite ficar em terrenos descampados
■ Se estiver em um parque e não achar onde se abrigar, fique agachado no chão, com as mãos na nuca e os pés juntos
■ Evite nadar
■ Permaneça dentro do carro

CUIDADOS COM APARELHOS
■ Desligue os aparelhos eletrônicos da tomada
■ Use filtros de linha nos aparelhos mais sensíveis

Fonte: O Estado de São Paulo, 25 de janeiro de 2011

Marcadores:

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@9:39 AM