Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

sexta-feira, julho 21, 2006

Caso Real-Concessionária de Gás

No final de tarde, quarta-feira, 12 de julho de 2006, caminhando por uma rua em Vila Mariana, Rua Joinville, SP, estava no local uma empreiteira executando serviço para a concessionária de gás.Eram 6 trabalhadores, já estavam no final de serviço, aguardando apenas um trabalhador que estava executando o reaterro da vala.

O trabalhador estava operando um compactador de solo, manual. Todos estavam com EPI, mas usando-os inadequadamente. O operador do compactador com capacete acoplado com abafador, não estava usando-o, o barulho do compactador era elevado.
Os demais em semicirculo, observando o final de serviço, (todos mais preocupados com o término do serviço do que com a própria segurança) bem próximo ao compactador, todos com o capacete na mão.

Problema ergonômico:
O operador do compactador ficava no nível da rua e a máquina cerca de 40 cm abaixo da rua, compactando as camadas de terra. Ele ficava numa posição curvada, sofrendo as vibrações da máquina e a coluna retesada. (A posição lembra de um motoqueiro dirigindo uma moto com um guidão curto, corpo inclinado e retesado).

Hoje preenchemos ou estamos mais preocupados com tantos formulários, formulário disso, formulário daquilo, obedecer aos trâmites legais oficiais, etc.É um filme de ficção de formulários. É a fiscalização de papel. Na prática o filme é real e perigoso. A segurança não é um processo estático ou passivo, mas sim dinâmico, ou melhor é como pedalar bicicleta, se parar de pedalar, perderá estabilidade e poderá cair.
ACCA

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@4:52 AM