Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

terça-feira, setembro 06, 2016

Samsung suspende venda do Galaxy Note 7 após baterias pegarem fogo

A empresa sul-coreana Samsung anunciou nesta sexta-feira (02/09) que vai realizar um recall mundial do smartphone Galaxy Note 7, após relatos de consumidores de que aparelhos pegaram fogo ou explodiram durante a recarga da bateria. A Samsung já vendeu 1 milhão de aparelhos Galaxy Note 7 na Coreia do Sul e nos Estados Unidos e no mundo, o número chega a 2,5 milhões.

As vendas do modelo serão provisoriamente suspensas em ao menos dez países, incluindo a Coreia do Sul e os Estados Unidos. "Recebemos várias informações sobre a explosão da bateria do Note 7, que foi lançado oficialmente em 19 de agosto", afirmou à imprensa o diretor da divisão de celulares inteligentes da Samsung, Koh Dong-Jin.  

Segundo Koh, os problemas teriam sido causados por "defeitos nas baterias". A empresa estima que para cada um milhão de aparelhos haja 24 baterias defeituosas.
Até quinta-feira, 01 de setembro,  ocorreram 35 casos que foram relatados problemas de bateria. Donos do aparelho começaram a publicar fotos e vídeos do Note 7, alguns deles totalmente carbonizados. Os internautas afirmaram que o smartphone pegou fogo de forma súbita.
O diretor da divisão de telefonia celular da Samsung, Koh Dong-jin, informou que os usuários que compraram o Galaxy Note 7 poderão trocá-los por outros modelos de forma temporária. O smartphone, não chegou a ser lançado oficialmente no Brasil.

A maior inovação do Galaxy Note 7, de bordas curvas e com lápis ótico, é o fato de ser á prova d'água.
Este é o primeiro recall em massa de smartphones da Samsung e deverá ser um duro golpe para a empresa, que havia recentemente recuperado força no mercado após perder espaço nos últimos anos para a americana Apple. Fonte: Folha de São Paulo e Deutsche Welle -  02/09/2016  

Marcadores: , , ,

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@11:06 AM