Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

quinta-feira, abril 09, 2015

Incêndio de grande proporção em tanque de etanol na Austrália

Um grande incêndio em um tanque de etanol de sete milhões  de litros, provocado por uma explosão em um local próximo a uma siderúrgica em Port Kembla, Austrália, esperava queimar-se completamente durante a madrugada, disseram os bombeiros.
O fogo, irrompeu aproximadamente às 10 h de quarta-feira, 28 de Janeiro de 2004,  no tanque de propriedade de Manildra Group. A explosão sacudiu a área num raio de 25 km e provocou  um grande incêndio, que está lançando chamas e fumaça negra a 100 metros de altura .

EVACUAÇÃO DA ÁREA
O sargento John Klepczarek, do comando da área policial da região sudeste disse, que a explosão e as chamas colocaram em risco limitado às áreas circunvizinhas.
"A localização do incêndio no meio de uma área industrial pesada, e apenas alguns quilômetros da costa leste, indica que não existe perigo real," disse o sargento Klepczarek. Foram evacuadas mais de 200 pessoas logo após a explosão, às 10 h,  quando uma zona da exclusão de 500 metros foi estabelecida, por receio que as chamas poderiam propagar-se para os tanques adjacentes, contendo milhões de litros de óleo cru e óleo diesel marítimo.

TESTEMUNHAS DA EXPLOSÃO
Um zumbido agudo podia ser ouvido a distância  de 500 metros, momento antes da grande explosão. Diversos trabalhadores foram vistos caminhando no local, no instante em que o tanque explodiu. Jim Cergovski, 35, trabalhando no escritório da National Hire, localizado a 50 metros do tanque quando sentiu a explosão."Parecia como um avião a jato aproximando para aterrissar," ele disse."Corri para ver que ruído era, então o teto do tanque voou quase 40 metros. Quando veio abaixo todos começaram a debandar. Eu não sabia o que estava acontecendo, a temperatura do meu corpo mudou, era como receber um jato de ar  quente instantâneo. Literalmente tremi dos pés a cabeça.  Para ser honesto, pensei que o mundo estava chegando ao fim" ele disse. Cergovski, e as demais pessoas próximas, correram para salvar suas vidas.

COMBATE AO FOGO
As brigadas de incêndio estavam no local em questões de minutos e concentravam seus esforços para controlar o incêndio e evitar a sua propagação para os demais tanques.
Os bombeiros combatiam o incêndio com uma estratégia defensiva, protegendo os tanques circunvizinhos do calor radiante. Os bombeiros estavam apenas lançando água, formando uma “cortina d’água” em volta das chamas, disse o superintendente dos bombeiros, Robert Comerford.
"Se a situação mudasse em termos de direção e força do vento, consideraríamos utilizar  a espuma para abafar as chamas.Entretanto ele disse que a estratégia de procedimento em relação ao calor radiante era atualmente suficiente” ele disse. Foram enviados de Sidney a Port Kembla 100.000 litros de espuma
O inspetor Bob Brown, coordenador de resposta de incêndio do Corpo de Bombeiros, disse que era necessária uma grande quantidade de espuma. "Porque é um incêndio com base a álcool e colocamos um cobertor de espuma sobre o fogo para eliminar o oxigênio e quebrar o ciclo da combustão,” ele disse.

ATAQUE INICIAL AO INCÊNDIO
No final da tarde, 30.000 litros de espuma retardante ao fogo foi despejada por um helicóptero especial de combate ao fogo, porem não extinguiu as chamas, devido a sua intensidade. O superintendente Robert Comerford,  disse: "Deixaremos queimar-se agora."
Mais de 100 bombeiros estão controlando o incêndio. “Uma outra tentativa para extinguir o incêndio será  feita  amanhã. Neste estágio prevemos que o incêndio por toda à noite e à medida que o combustível diminui, nas primeiras horas de manhã, restabeleceremos um ataque com espuma,” Robert Comerford disse.
 “A velocidade de resposta das equipes de incêndio e decisão de concentra se no resfriamento dos dois tanques de combustíveis distante 15 metros do tanque em chamas, tinha contido as chamas e impediu danos em grande escala na infraestrutura da área.. Havia aproximadamente seis tanques próximos.Estaríamos olhando uma catástrofe, um desastre em grande escala (se o tanque explodisse)," disse o superintendente Comerford. Os carros estacionados a 60 metros de distância,  além da rodovia tiveram suas lanternas traseiras derretidas.

DESCONHECIMENTO DO CONTEÚDO DOS TANQUES ADJACENTES
Não sabíamos exatamente quais as substâncias que estavam nos tanques adjacentes ao tanque de etanol em chamas, embora a brigada de incêndio confirmasse que havia pelo menos um tanque cheio com óleo diesel marítimo e outro com óleo cru.

A EXPLOSÃO DANIFICOU AS INSTALAÇÕES DE INCÊNDIO DO TANQUE
"Quando o teto do tanque foi arremessado devido à explosão, ele caiu exatamente nas instalações de proteção contra incêndio do tanque, que imediatamente tornou-se inoperante, assim como ocorreu parcialmente com o sistema de água," disse Mullins, comissário do Corpo de Bombeiros.

ATAQUE FINAL
Às 6 h , 29 de janeiro de 2004,  iniciou um ataque intensivo com espuma lançado pelos bombeiros e por helicóptero.
Mais de 20.000 litros da espuma foram usados cobrir o tanque de etanol em chamas  Esta cobertura de espuma sufocou as chamas e interrompeu a queima do restante do etanol .
O comissário do Corpo de Bombeiros, Greg Mullins, declarou que o ataque de espuma foi um sucesso completo.
"O calor das chamas era tão intenso que os bombeiros tiveram que utilizar auto-escadas, usadas normalmente para incêndio em edifícios altos e potentes esguichos reguláveis para aplicar a cobertura de espuma que abafou o fogo. Esta estratégia complexa de ataque foi executada sob condições adversas," disse o comissário Mullins.
Mais de 150 bombeiros foram envolvidos na operação que durou 18 horas. O comissário Mullins elogiou os esforços dos bombeiros para confinar o fogo inicialmente no tanque de etanol e impedindo o que poderia ter sido um desastre econômico e ambiental.
“As chamas apagou se aproximadamente as 6 h 30 min, porém  14 equipes de bombeiros continuariam jogando água no tanque para  garantir a operação  rescaldo. As equipes ainda estarão no local trabalhando o dia inteiro para manter o tanque resfriado até reduzir a sua temperatura, que impedirá a sua reignicao," Greg Mullins disse. Seriam ainda muitas horas antes que a temperatura do tanque fosse  baixa suficiente  para que os peritos começassem a investigação sobre a causa do incêndio

CONTAMINAÇÃO DO MEIO AMBIENTE
A Agência de Proteção do Meio Ambiente disse que as emissões do incêndio não eram tóxicas e não causavam impacto na comunidade local. O gerente regional da Costa Sul da agência , Trevor Jones , disse que uma equipe de cinco funcionários foram ao  local após a explosão para monitorar as emissões.
"A temperatura está favorável, o vento está razoavelmente calmo e as emissões do incêndio  não estão causando impacto na comunidade local e o calor extremo do incêndio  significou que os hidrocarbonetos provenientes do fogo e da combustão do etanol não eram tóxicos. A agência recebeu inúmeras chamadas dos moradores preocupados com a fumaça produzida pelo incêndio, mas poderia assegurar que as emissões não eram tóxicas” Trevor Jones disse.

CAUSA PROVÁVEL
O superintendente do Corpo de Bombeiros Gary Hodson disse que a origem do incêndio era desconhecida. "O incêndio não é suspeito (criminoso) o que temos visto neste estágio," ele disse. "Um relatório está sendo preparado para o responsável pela investigação e a ação criminosa foi descartada"
 “Os  incêndios como este que ocorreu era provavelmente resultante de uma faísca ou chama aberta próxima ao tanque. Na realidade o teto foi arremessado nesta explosão,  sugere que uma chama aberta  foi conduzida próxima a uma abertura,"  Trevor Jones disse. Momento antes da explosão dois trabalhadores que estavam no teto do tanque já tinham descido quando ocorreu  a explosão e saíram ilesos.

MULTAS E PENALIDADES
O porta voz da agência de proteção do meio ambiente, Dengate, disse que um inquérito começará para determinar o que causou a explosão e o incêndio e se alguma ação legal será tomada contra a empresa.
"O faremos é investigar precisamente o que aconteceu no local com o propósito de solucionar algo que tenha ocorrido que seja desfavorável, que justificaria promover uma ação legal, ou é um desses incidentes muito improváveis de acontecer novamente e a companhia tinha proteções apropriadas e controles adequados",  Dengate disse.
Os proprietários do tanque, a empresa Manildra Group, poderiam enfrentar acusação e multas no valor de até US$1,5 milhão se forem culpados das infrações cometidas  em relação  às normas  ambientais e de segurança.

VITIMAS
Ninguém morreu na explosão, embora um trabalhador de 56 anos, foi levado ao hospital  com queimaduras leves e escoriações. Um trabalhador que foi considerado como desaparecido, foi localizado posteriormente.

POSIÇÃO DO SINDICATO DOS TRABALHADORES
Em conseqüência da explosão, o sindicato está exigindo uma força tarefa nacional  para investigar a segurança  dos locais de armazenamento de gás e combustíveis.
O sindicato dos trabalhadores australianos disse que foi um milagre, ninguém morreu na explosão espetacular, uma vez que 5000 pessoas trabalham na siderurgia BHP Bluescope, próxima ao local do incêndio.
"Incidentes tais como; este em Port Kembla, a explosão da planta do gás de Santos em Moomba e o incidente em Longford em 1998 não deveriam acontecer"  disse o secretario nacional do sindicato Bill Shorten.
"Centenas de trabalhadores foram colocados em risco. Agora necessitamos determinar porque isto aconteceu”.

ESTIMATIVA DE PREJUÍZOS
Valor do tanque estimado em US$ 2,5 milhões.

INVESTIGAÇÃO
Os peritos do Corpo de Bombeiros junto com polícia e da agência de segurança e saúde  ocupacional começarão a investigação sobre a causa do incêndio.

MANILDRA GROUP
O grupo Manildra é a principal força em agroindústria na Austrália. O grupo Manildra é o maior usuário do trigo para finalidades industriais e o principal refinador de açúcar da Austrália.É o principal fornecedor de matéria prima para as industrias alimentícias e de bebidas.
A empresa tem uma presença forte no mercado mundial, operando principalmente nos Estados Unidos. A empresa procura manter a competitividade internacional como vital e estrategicamente continua expandir suas operações internacionais  já substanciais  para conseguir penetração progressiva no mercado mundial 

PORT KEMBLA
Port Kembla está situado a 88 km ao sul de Sidney, Austrália. Encontra-se numa área industrial de Wollongong , que contém as principais indústrias da Austrália, tais como; siderurgias, processamento de metais (estanho e cobre) e indústrias  químicas.
Fontes: The Daily Teelegraph – January 28/29, 2004 ; The Sydney Morning Herald.-January 28/29, 2004, Herald Sun - 29 January 2004 ; NSW Fire Services - 29 January 2004 ; ABC News  - Last Update: Thursday, January 29, 2004 ; Yahoo News - Wednesday January 28, 2004 ; NEWS- 29, January 2004 

Marcadores: ,

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@10:42 AM