Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

sábado, agosto 03, 2013

Trabalhadores sem equipamento de segurança são flagrados em Bauru

A equipe da TV Tem flagrou dois homens trabalhando em um outdoor, 10 metros de altura,   sem nenhum equipamento de segurança, na manhã de sexta-feira, 17 de agosto de 2012, na rotatória que fica na Avenida Comendador José da Silva Martha, em Bauru, SP.

A direção da empresa responsável pelo outdoor informou que os funcionários têm todos os equipamentos de segurança necessários para o trabalho e que são orientados a usá-los. Um dos diretores informou ainda que passou pelo local e viu que os homens estavam sem os equipamentos e que teria chamado a atenção dos funcionários, que passaram a usá-los no restante do trabalho. Fonte: G1- 17/08/2012

Comentário:
Olhando a foto, o que podemos imaginar o que se passou na mente dos  trabalhadores, numa situação perigosa, a 10 m de altura? Exibicionista ou equilibrista?
A norma atual é mais rigorosa e complexa, mas na prática ela não está surtindo o efeito desejável, pois permanece elevado o número de acidentes.
Segundo estudos de especialistas esse problema reflete em:
o avanço do desenvolvimento da cultura de segurança é muito lento, os trabalhadores são inertes às campanhas de segurança;
é difícil para os trabalhadores trabalhar seguramente se não existe a cultura de segurança na organização;
as campanhas de segurança geralmente resumem-se a um slogan, o rumo para alcançar a segurança permanece obscuro e remoto para muitos empregados e empregadores;
as pequenas empresas não têm recursos suficiente para implantar gerenciamento de segurança, embora estas tenham um importante papel como empreiteiras no sistema  da construção;
os efeitos do treinamento são mínimos no sistema de sub-contratação, pois promover treinamentos de orientação ou dos trabalhadores em serviço não é tarefa fácil, porque  muitos deles não são empregados diretos da empresa; 
existe falta de treinamento e experiência dos “profissionais de segurança” no gerenciamento da segurança;
existem concepções erradas da segurança, tipo o uso de EPI’s para a resolução de problemas.

A legislação está preocupada  na implementação de regras de segurança, principalmente no que se refere às condições físicas de trabalho. Porém, o Ministério do Trabalho está simplesmente preocupado na fiscalização e penalização do empregador por violar a legislação. Essa mentalidade de fiscalizar e penalizar não cria condições a longo prazo para  construir uma cultura de  segurança entre os empregadores e trabalhadores. 
Concluindo, o grande erro nas normas de segurança é que não existe ênfase no desempenho e conduta segura. Partem do princípio que implantando as normas todos os problemas serão resolvidos. Esse é o cenário do filme brasileiro chamado “Trabalho”, os atores são quase os mesmos (governo, empresa, empregado, sindicato), o enredo é sempre atualizado (normas) e o resultado é sempre o mesmo;  acidente e fatalidade. 

Marcadores: ,

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@1:16 PM