Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

sábado, agosto 13, 2011

Queda de passarela na rodovia Padre Manoel da Nóbrega

Ambos os sentidos da rodovia Padre Manoel da Nóbrega estão bloqueados desde a madrugada de sexta-feira, 5 h, no km 327, em Itanhaém, litoral sul paulista, em razão da queda de uma passarela atingida por um caminhão basculante que trafegava com a caçamba erguida.

Foto: 1- passarela derrubada, 2- cabine do caminhão  

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), toda a estrutura que passa sobre a rodovia veio abaixo. A caçamba do caminhão levantou e atingiu a passarela, que caiu sobre a cabine matando o motorista ERS, de 38 anos. Antes de bater na passarela, o veículo já tinha arrastado 300 metros de cabo de alta tensão. O motorista do caminhão ficou preso nas ferragens e não resistiu aos ferimentos.

PISTA LIBERADA AO TRÁFEGO
A pista ficou interditada por quase 7 horas. Os trabalhos para retirar a passarela duraram toda a manhã.

Foto: 1- passarela derrubada, 2- cabine do caminhão

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o trabalho foi demorada, para tomar todos os cuidados e para garantir a segurança tanto a do usuário, quanto a dos trabalhadores que lá se encontram.
De acordo com o Departamento de Estradas e Rodagem (DER), o acidente não prejudicou o trânsito no trecho porque houve desvios nas vias marginais que ficam ao lado da rodovia.

Fonte: A Tribuna - 5 de agosto de 2011

Comentário: A passarela de acordo com as normas de construção para estradas tem altura mínima de 5,50m. A caçamba basculante poderá erguer 7,36m.

Foto: 1- passarela destruída, 2- cabine do caminhão destruída

O motorista poderia ter percebido pelo retrovisor, direção mais leve, pois o peso do caminhão vai para trás. O caminhão já tinha arrastado 300 metros de cabo de alta tensão antes de colidir com a passarela..
Funcionamento do basculante
Para acionar o basculante, esse tipo de caminhão precisa de um equipamento específico (o kit hidráulico), que deve ser instalado à parte. Ao acionar a alavanca, a bomba hidráulica gira e manda óleo para um cilindro, que faz o basculante se movimentar.
Há uma série de modelos. Alguns só permitem que o motorista dê a partida se o basculante estiver encaixado na carroceria. Mas há também os que não emitem sequer um sinal de luz no painel para alertar sobre o estado da caçamba.
Quem faz um caminhão erguer a caixa de carga é o operador, observa o assessor técnico da Hyva, Paulo Antunes. A empresa fabrica kits hidráulicos. Segundo ele, os equipamentos mais antigos são semelhantes ao sistema que aciona a abertura das portas de ônibus. "Às vezes, o condutor esbarra na alavanca e não percebe.

Marcadores: ,

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@2:01 PM