Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

quinta-feira, dezembro 16, 2010

Funcionário dorme embaixo de caminhão e morre atropelado na fábrica da Ford

Um funcionário da empresa Brazu, terceirizada que presta serviços de transporte para a montadora Ford, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (BA), morreu na noite de terça-feira, 14 de dezembro, após ser atropelado por um caminhão do tipo cegonha (veículo que transporta veículos), dentro das dependências da fábrica. Antônio tinha 56 anos.

Causa
Os motoristas descansavam embaixo dos veículos e quando um deles voltou para dar partida na carreta, Antônio não levantou e acabou tendo a cabeça esmagada por uma das rodas do veículo.
Antônio trabalhava há dez anos como motorista de caminhão. A empresa terceirizada Brazu informou que o acidente foi uma fatalidade e que peritos de São Paulo vão investigar o ocorrido.

Fatalidade
De acordo com informações da assessoria de comunicação da Brazu, a empresa lamenta o ocorrido, afirma que o acidente foi uma fatalidade e destaca os investimentos feitos em segurança do trabalho. A assessoria informou que peritos técnicos de São Paulo chegam a Camaçari ainda nesta quarta-feira para investigar, junto com profissionais locais, o atropelamento.

Ford
A Ford divulgou, por meio de sua assessoria, que teve conhecimento do acidente, mas não se posicionou, pois embora o fato tenha acontecido dentro das dependências da empresa, o funcionário não fazia parte do quadro da montadora, e, sim, da empresa terceirizada.

Inquérito
O caso foi registrado pela delegada plantonista da 18ª Delegacia (Camaçari). A 18ª CP fez o levantamento cadavérico, mas ainda não ouviu ninguém sobre o caso.

Fontes: Correio da Bahia e Terra Noticias - 15 de dezembro de 2010

Comentário


Foto: É comum no Brasil e alguns países os motoristas cochilarem sob o caminhão

A fábrica deveria ter um local de descanso para os motoristas que fazem transportes de veículos entre jornadas. É uma forma de obrigar para que os motoristas descansem antes de enfrentar viagens longas transportando veículos novos da fábrica. Grandes empresas que recebem transportadoras ou veículos com atividades de movimentação de matéria prima ou produtos acabados devem ter áreas delimitadas para essa movimentação e áreas de espera para esses motoristas.

Não tem lógica a nota que a Ford divulgou, informando que devido ao trabalhador não pertencer ao quadro da montadora, indiretamente está isento da responsabilidade na prevenção de acidente do contratante.

A norma, estabelece que a empresa contratante e as contratadas, que atuem num mesmo estabelecimento, deverão implementar, de forma integrada, medidas de prevenção de acidentes e doenças do trabalho, de forma a garantir o mesmo nível de proteção em matéria de segurança e saúde a todos os trabalhadores do estabelecimento.

A empresa contratante deverá adotar medidas necessárias para que as empresas contratadas recebam as informações sobre os riscos presentes nos ambientes de trabalho, bem como sobre as medidas de proteção adequadas. Além disso, a contratante deverá, ainda, adotar medidas necessárias para acompanhar o cumprimento das medidas de segurança e saúde no trabalho pelas empresas contratadas que atuam no seu estabelecimento.

Marcadores:

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@11:22 AM