Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

domingo, setembro 26, 2010

Celular no trânsito já matou 16 mil pessoas nos EUA

O simples fato de falar ao celular já distrai o motorista, conforme vários estudos demonstraram

A distração causada pelo uso de celulares no trânsito e, especialmente pelas mensagens de texto, matou nos Estados Unidos cerca de 16 mil pessoas entre 2001 e 2007, disseram pesquisadores.

A estimativa, uma das primeiras tentativas científicas de quantificar os acidentes causados por telefonemas e mensagens de texto, também sugere que um crescente número desses motoristas imprudentes tem menos de 30 anos.

"Nossos resultados sugerem que recentes e rápidos aumentos nos volumes das mensagens de texto resultaram em milhares de vítimas adicionais no trânsito nos Estados Unidos", escreveram Fernando Wilson e Jim Stimpson, do Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Norte do Texas, em artigo na revista American Journal of Public Health.

O estudo foi feito com base em dados da Comissão Federal de Comunicações e da Administração Nacional de Segurança do Tráfego Rodoviário.

O simples fato de falar ao celular já distrai o motorista, conforme vários estudos demonstraram. Mas Wilson disse que a popularização das mensagens de texto e dos smartphones com acesso a emails e outros aplicativos leva o problema a um novo patamar.

Em 2002, segundo ele, a cada mês eram enviadas nos Estados Unidos 1 milhão de mensagens de texto; em 2008, o número subiu para 110 milhões.

O número de mortes no trânsito vem diminuindo no país. Foram 33.963 mil casos fatais no ano passado, menor nível desde meados da década de 1950, segundo dados oficiais.

AUMENTO DE ACIDENTE POR DISTRAÇÃO
Mas Wilson e Stimpson estimaram que, para cada 1 milhão de novos usuários de celular, há um aumento de 19 por cento nas mortes causadas pela distração ao volante.
"As mortes por distração como parcela de todas as vítimas das estradas subiram de 10,9 por cento em 1999 para 15,8 por cento em 2008, e grande parte do aumento ocorreu após 2005", escreveram eles. "Em 2008, aproximadamente 1 em cada 6 colisões fatais resultava de um motorista estar distraído enquanto dirigia", disse o estudo.
Wilson disse que 30 Estados proíbem o uso de mensagens de texto ao volante, e alguns Estados e municípios norte-americanos exigem equipamentos de viva-voz para motoristas que usem celulares.

Os órgãos federais vão estimular as empresas a conscientizarem seus empregados dos riscos de digitarem mensagens de texto enquanto dirigem para o trabalho. Wilson disse que é preciso melhorar a fiscalização, mas que isso não será fácil.

"Acho que uma solução perfeita seria instalar bloqueadores de celular em cada carro, mas isso não vai acontecer", disse o especialista, que atendeu um telefonema para ser entrevistado enquanto estava dirigindo, mas parou para falar.

Ao contrário de dirigir alcoolizado, onde você tem mecanismos eficazes de fiscalização, isso não existe para as mensagens de texto, O guarda simplesmente tem de dar a sorte de ver você digitando uma mensagem enquanto dirige.

Fonte: Estadão - 23 de setembro de 2010

Vídeo:

Marcadores: , ,

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@5:21 PM