Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

sábado, outubro 24, 2009

Chuva aumenta em cinco vezes volume de águas das Cataratas do Iguaçu

Foto:Vazão das Cataratas do Iguaçu, no Paraná, chegou a 7,1 milhões de litros por segundo em 24 de setembro. Esse montante representa quase seis vezes a vazão normal de água

Em razão das chuvas que atingiram todo estado no mês de setembro de 2009, a vazão das Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, região oeste do Paraná, estava quase cinco vezes maior que em dias normais. Foram registrados sete mil metros cúbicos de água por segundo, quando o normal é 1,5 mil.
Apesar do grande volume de água, os visitantes puderam aproveitar todo o passeio, pois as passarelas não foram interditadas. A água chegou a um metro do mirante da Garganta do Diabo. Quem se aventurou a cruzar a passarela saiu molhado pela nuvem de água formada pela força das quedas.

Foto: Estiagem prolongada no interior do Paraná afeta o visual das Cataratas do Iguaçu em abril de 2009

A visão é bem diferente da registrada em abril. A estiagem prolongada no interior do Paraná havia reduzido o volume para 310 metros cúbicos por segundo.

As quedas fazem parte do Parque Nacional do Iguaçu, tombado em 1986 pela Unesco como Patrimônio natural da Humanidade. Formadas há aproximadamente 150 milhões de anos, as cataratas são compostas por aproximadamente 275 quedas, com altura de 70 metros.

Fonte: Globo Online - 24 de setembro de 2009

Comentário:
A área das Cataratas do Iguaçu (em espanhol, Cataratas del Iguazú) são um conjunto majestoso de cerca de 275 quedas de água no Rio Iguaçu (na Bacia hidrográfica do rio Paraná), localizam entre o Parque Nacional do Iguaçu, Paraná, no Brasil, e no Parque Nacional Iguazú, Misiones, na Argentina. A área total de ambos parques nacionais, correspondem a 250 mil hectares de floresta subtropical e declarada como Patrimônio Natural da Humanidade.

O Parque Nacional argentino foi criado em 1934; e o Parque Nacional brasileiro, em 1939, com o propósito de administrar e proteger o manancial de água que representa essa catarata e o conjunto do meio ambiente ao seu redor. Os parques tanto brasileiro como argentino passaram a ser considerados Patrimônio da Humanidade em 1984 e 1986, respectivamente. Historicamente, o primeiro europeu a achar as Cataratas do Iguaçu foi o espanhol, Álvar Núñez Cabeza de Vaca, no ano de 1542.

Garganta do Diabo
A área das Cataratas têm cerca de 275 quedas de água, com uma altura superior a 70 metros ao longo de 2,7 km do Rio Iguaçu. A Garganta do Diabo principia em forma de "U" invertido com 150 metros de largura e 80 metros de altura. Veja o termo "Desfiladeiro". A Garganta do Diabo é o maior, o mais majestoso e impressionante de todos eles. Este é devido pela linha fronteira entre o Brasil e a Argentina. A maioria das quedas de água (também chamados de saltos) ficam em território argentino, mas de ambos lados obtêm-se belos panoramas.
O termo Iguaçu na língua guarani, deriva de y ("água", "rio") e guasu ou guaçu ("grande"), significa literalmente "água grande", ou seja, rio de "grandes águas".

Sites interessantes das Cataratas:
http://www.cataratasdoiguacu.com.br
http://www.cataratasdoiguacu.com.br/empresa.asp
http://www.votenascataratas.com/home_pt.html

Vídeo:
Vídeo muito bonito produzido pela BBC, com filmagem em ângulos totalmente diferentes

Marcadores:

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@6:16 AM