Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

quinta-feira, novembro 30, 2006

Ruído

Segundo a Agência Européia de Segurança e Saúde, o ruído pode provocar acidentes das seguintes formas:
■ dificultando aos trabalhadores ouvir e compreender as vozes e os sinais;
■ ocultando o som de um perigo que se aproxima ou dos sinais de advertência (por exemplo, os sinais de marcha ré dos veículos);
■ distraindo a trabalhadores, como por exemplo os motoristas;
■ contribuindo ao estresse laboral, que aumenta a carga cognitiva e incrementa a probabilidade de cometer erros.

E segundo a mesma fonte, no trabalho é indispensável uma comunicação eficaz, quer seja numa fábrica, em uma obra de construção, em um centro de telefonemas ou uma escola. Uma boa comunicação oral requer um nível de voz à altura do ouvido da pessoa que escuta ao menos 10 dB superior ao nível do ruído ambiente.

O ruído ambiente sente‑se como uma alteração da comunicação oral, sobretudo:
■ se com freqüência há ruído ambiente;
■ se a pessoa que escuta já padece uma ligeira perda de audição;
■ se fala numa língua que não é a língua materna da pessoa que escuta;
■ se o estado físico ou mental da pessoa que escuta se vê afetado por uma doença, cansaço ou um aumento da carga de trabalho acompanhado de urgência.

Os efeitos que isto tem para a saúde e a segurança no trabalho variam dependendo do ambiente do trabalho. Por exemplo, o ruído ambiente pode obrigar aos professores a elevar a voz, o que pode causar problemas das cordas vocais.

Fonte:Mapfre Seguridad – 2o trimestre de 2006

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@9:19 AM