Zona de Risco

Acidentes, Desastres, Riscos, Ciência e Tecnologia

quarta-feira, novembro 18, 2015

Trabalhador é eletrocutado na Zona Norte, Juiz de Fora

Um trabalhador de 50 anos foi eletrocutado na manhã de terça-feira, 3 de novembro, durante trabalho de interligação entre a adutora de Chapéu D’Uvas e a Estação de Tratamento de Água (ETA) Marechal Castelo Branco. O acidente aconteceu pela manhã próximo ao km 773 da BR-040, perto do Sesi/Senai, Zona Norte de Juiz de Fora.

GUINDASTE PRÓXIMO A REDE ELÉTRICA
Segundo informações de peritos da Polícia Civil, o trabalhador PCN  operava o guindaste de um caminhão a distância, quando a lança do equipamento teria atingido a rede elétrica. Neste momento, foi disparada uma descarga de 23 mil volts, 100 vezes maior que o choque de uma voltagem doméstica. Outro funcionário, que estava no caminhão, nada sofreu.

SOCORRO E RESGATE
De acordo com o Samu, uma unidade de suporte avançado (USA) foi encaminhada ao local para fazer o resgate da vítima. Os socorristas tentaram reanimar o homem por cerca de uma hora e quinze minutos, sem sucesso. O óbito foi confirmado por volta das 11h15. O corpo foi retirado pela funerária Santa Casa por volta das 14h.  O trabalhador era de uma empresa que estava a serviço da Cesama.

DECLARAÇÃO DA COMPANHIA
Por meio de sua assessoria, a Companhia informou, por nota, que lamenta o falecimento. O texto diz, ainda, que “todos os primeiros socorros foram prestados mas, infelizmente, o funcionário faleceu no local. A empresa responsável pelos trabalhos está prestando a assistência necessária e dando apoio aos familiares. A Cesama esclarece que todos os procedimentos de segurança estão em dia desde o início da obra, com acompanhamento de técnicos da segurança do trabalho e engenheiros da companhia. O funcionário tinha mais de 15 anos de experiência no ramo.” Fonte: @ZR; Tribuna de Minas - 3 de novembro de 2015
  
Comentário: A empresa poderia ter evitado esse acidente fatal se tivesse critérios de autorização de serviços de trabalhos com segurança, que são as permissões de trabalho com segurança.
São orientações básicas para efetuar serviços na empresa, com segurança. Para se evitar os acidentes de trabalho, são elaboradas essas normas de segurança e análise de riscos, pois são necessários conhecer e respeitar os riscos existentes em cada atividade e em cada local de trabalho.
É um procedimento básico conhecer o serviço, analisando os seguintes critérios;
■ Onde será feito o serviço?
■ Como será feito o serviço?
■ Foi feito a análise do risco?
■ As permissões de trabalho seguro estão de acordo com os riscos?
■ Acompanhamento; orientação e fiscalização são necessários?
Distâncias mínimas seguras que a OSHA recomenda, para evitar o choque elétrico ou eletrocussão:

Existem Boas Práticas de Segurança recomendadas pelas concessionárias, cuja empresa poderia ter conhecimento, tais como;
■ Contatar a Concessionária, a fim de se saber quais as características da linha e as distâncias a respeitar e, caso se justifique, se a linha poderá eventualmente ser colocada durante algum tempo fora de serviço para alguma fase particular da obra.
■ A utilização de equipamentos móveis na proximidade de linhas elétricas deve ser considerada como um trabalho perigoso que exige conhecimentos e formação do operador e de todos os trabalhadores envolvidos no trabalho.
■ Deve ser designada uma pessoa experiente no solo com a missão de vigiar atentamente os movimentos da máquina/equipamento e da carga para impedir que se aproximem perigosamente dos condutores elétricos em tensão, avisando o condutor de forma oportuna.

O acidente não foi uma fatalidade, mas sim um conjunto de falta de conhecimento de normas de segurança e boas práticas de segurança com finalidade de oferecer treinamento ao trabalhador e bem como procedimento de trabalho seguro.

Marcadores: , ,

Print Friendly and PDF

posted by ACCA@11:30 AM

Assinar
Postagens [Atom]